Rio de Janeiro anuncia reabertura de comércio de rua, cabeleireiro e barbearias

Fonte: Xinhua Published: 2020-06-27 17:34:40
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta sexta-feira a reabertura do comércio de rua, salões de cabeleireiro e barbearias a partir deste sábado, apesar da cidade ser o segundo maior foco do novo coronavírus no Brasil.

A decisão de Crivella, anunciada em uma entrevista à imprensa durante a tarde, causou surpresa, já que a autorização para essas atividades estava prevista para a terceira fase de redução das restrições na cidade em função da pandemia da COVID-19, no dia 2 de julho.

O prefeito justificou a antecipação porque "as curvas" da COVID-19 estão baixando na cidade. "Dia 25 de junho, na cidade do Rio, nós tivemos 164 sepultamentos. No mesmo dia no ano passado, tivemos 200. Ontem (quinta-feira), 36 sepultamentos menos do que no dia 25 de junho de 2019, o que mostra realmente que as curvas estão caindo", explicou.

Segundo Crivella, as lojas, cabeleireiro e barbearias poderão reabrir entre 11 e 17 horas, mas só poderão funcionar com 1/3 de sua capacidade, sempre de portas abertas, mantendo distanciamento entre as pessoas e com material para lavar as mãos nos banheiros.

No caso de cabeleireiro e barbearias, será necessário agendar os clientes, não poderá haver sala de espera e nem servir bebidas e alimentos.

"Serão seis horas de funcionamento para que a gente possa acompanhar. É um grupo muito amplo, para que a gente possa acompanhar o cumprimento das regras específicas. Estaremos com várias equipes fiscalizando", disse o superintendente de Educação e Projetos de Vigilância Sanitária, Flávio Graça.

Anteriormente, a prefeitura do Rio de Janeiro tinha permitido a abertura de shoppings, lojas de móveis e decoração e concessionárias de automóveis.

O Rio de Janeiro é a segunda cidade do Brasil mais afetada pela pandemia. Segundo o último boletim da secretaria regional de saúde, a doença já causou 6.264 mortes e 55.152 casos.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Exposição de Máquinas-Ferramenta é aberta em Shanghai
Inundações atingem rio Qijiang de Chongqing
Flores de lótus no parque Zijingshan em Zhengzhou
Distrito de Fuyang promove ecoturismo
Veículos de teste móveis adotados no distrito de Xicheng em Beijing
COMAC entrega aviões regionais ARJ21 às companhias aéreas

Notícias

Xinjiang melhora fornecimento de energia elétrica para pastores e agricultores
State Grid da China conclui construção de rede elétrica em regiões pobres
China doou mais de duas toneladas de materiais médicos para o Brasil
Parte continental da China registra cinco novos casos de COVID-19
46 países expressam apoio ao trabalho antiterrorismo da China em Xinjiang
Nenhuma etnia será esquecida no caminho para a vida próspera