Rio de Janeiro anuncia reabertura de comércio de rua, cabeleireiro e barbearias

Fonte: Xinhua Published: 2020-06-27 17:34:40
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta sexta-feira a reabertura do comércio de rua, salões de cabeleireiro e barbearias a partir deste sábado, apesar da cidade ser o segundo maior foco do novo coronavírus no Brasil.

A decisão de Crivella, anunciada em uma entrevista à imprensa durante a tarde, causou surpresa, já que a autorização para essas atividades estava prevista para a terceira fase de redução das restrições na cidade em função da pandemia da COVID-19, no dia 2 de julho.

O prefeito justificou a antecipação porque "as curvas" da COVID-19 estão baixando na cidade. "Dia 25 de junho, na cidade do Rio, nós tivemos 164 sepultamentos. No mesmo dia no ano passado, tivemos 200. Ontem (quinta-feira), 36 sepultamentos menos do que no dia 25 de junho de 2019, o que mostra realmente que as curvas estão caindo", explicou.

Segundo Crivella, as lojas, cabeleireiro e barbearias poderão reabrir entre 11 e 17 horas, mas só poderão funcionar com 1/3 de sua capacidade, sempre de portas abertas, mantendo distanciamento entre as pessoas e com material para lavar as mãos nos banheiros.

No caso de cabeleireiro e barbearias, será necessário agendar os clientes, não poderá haver sala de espera e nem servir bebidas e alimentos.

"Serão seis horas de funcionamento para que a gente possa acompanhar. É um grupo muito amplo, para que a gente possa acompanhar o cumprimento das regras específicas. Estaremos com várias equipes fiscalizando", disse o superintendente de Educação e Projetos de Vigilância Sanitária, Flávio Graça.

Anteriormente, a prefeitura do Rio de Janeiro tinha permitido a abertura de shoppings, lojas de móveis e decoração e concessionárias de automóveis.

O Rio de Janeiro é a segunda cidade do Brasil mais afetada pela pandemia. Segundo o último boletim da secretaria regional de saúde, a doença já causou 6.264 mortes e 55.152 casos.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21