Especialistas chineses compartilham experiência com médicos moçambicanos sobre COVID-19

Fonte: Xinhua Published: 2020-05-22 20:42:40
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Obstetras e pediatras chineses compartilharam sua experiência com médicos moçambicanos nesta quinta-feira sobre a prevenção e tratamento da COVID-19 entre mulheres grávidas e crianças por meio de uma teleconferência no Hospital Central de Maputo (HCM).

O evento de comunicação de duas horas foi parte de uma série de sessões de treinamento oferecidas por médicos e especialistas chineses a seus pares moçambicanos no tratamento da pandemia da COVID-19.

Na sessão de quinta-feira, especialistas do Hospital Materno e Infantil do Oeste da China, afiliado à Universidade de Sichuan, conversaram sobre a prevenção e tratamento de infecções pelo novo coronavírus em crianças e a gestão classificada durante o período perinatal de mulheres grávidas na epidemia.

A série de treinamentos online produziram resultados muito positivos e visíveis, permitindo que os médicos do hospital aprimorem seu trabalho nos protocolos de tratamento e gerenciamento de pacientes no contexto da pandemia, disse na teleconferência o diretor do HCM, Mouzinho Saíde.

A pandemia do coronavírus nos obriga a nos reinventar e encontrar soluções inovadoras, a manter um trabalho de alta qualidade e a responder aos desejos daqueles no hospital que cuidam dos doentes ou daqueles que buscam aliviar a dor e curar suas doenças no hospital, disse Saíde.

Membros da 22ª equipe médica chinesa em Moçambique, que coordena o intercâmbio de médicos entre os dois países, juntamente com 23 especialistas médicos locais, participaram da sessão de teleconferência.

Como representante da embaixada chinesa em Moçambique, o conselheiro Liu Xiaoguang disse que a equipe médica chinesa ajudou o HCM a estabelecer um plano de resposta, enfatizando a cooperação e a solidariedade em todo o mundo para lidar com a pandemia.

Ele disse que a China doou até agora mais de 1,3 milhão de máscaras médicas, quase 40 mil conjuntos de kits de teste, 20 mil roupas de proteção e outros suprimentos médicos para Moçambique.

"A situação epidêmica em Moçambique ainda é grave, o que torna mais urgente a tarefa de proteger mulheres e crianças e outros grupos vulneráveis", disse Liu, acrescentando que espera que as conquistas anteriores possam ser consolidadas e impulsionadas por meio desta sessão de treinamento.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Nanjing realizou uma competição de secagem de chá
Famílias pobres eliminam a pobreza por meio de programa de sericicultura
Parque nacional do pântano urbano Huaxi em Guiyang
Quinze casais tiram fotos de casamento em Nanjing
As autoridades locais de Fuzhou realizam transmissões ao vivo para promover o turismo
Geoparque nacional de Qibainong em Guangxi

Notícias

Governo chinês não define taxa de crescimento da economia neste ano
Mais alto órgão legislativo da China realiza conferência de imprensa antes da sessão anual
Comentário: Mike Pompeo é o vírus político dos Estados Unidos da América
Comentário: China é capaz de concretizar a meta de eliminação completa da pobreza
Líderes e conselheiros chineses prestam homenagem silenciosa às vidas perdidas pela COVID-19
​Temas específicos nas “duas sessões” específicas