Brasil supera 200.000 casos confirmados por COVID-19 e bate um novo recorde diário de mortes

Fonte: Xinhua Published: 2020-05-15 14:32:07
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Mais de 200.000 pessoas foram infectadas pela doença do novo coronavírus (COVID-19) no Brasil e o número de óbitos (844) em 24 horas voltou a bater recorde, segundo o balanço oficial da pandemia divulgado nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde.
Os casos positivos totalizaram 202.918, um aumento de 13.944 pacientes nas últimas 24 horas, ultrapassando os 11.385 confirmados na véspera e, até então, a maior marca diária registrada.
Segundo os dados do Ministério da Saúde, o número de mortes chegou a 13.993, com 844 nas últimas 24 horas. Os primeiros 14 dias de maio registraram 8.092 mortes, o que equivale a 57% de todos os óbitos incluídos em cerca de dois meses de balanço.
Outras 2.000 mortes estão sendo investigadas, enquanto 109.446 pacientes estão em acompanhamento (53,9% do total) e 79.479 recuperados (39,2%).
O estado de São Paulo (sudeste), o mais populoso do país, é o mais afetado pela doença com 54.286 casos registrados e 4.315 mortos, seguido pelo Ceará (nordeste) que, com 1.414 mortes superou na quinta-feira o Rio de Janeiro (sudeste) que tem 19.647 casos, embora tenha mais óbitos, 2.247.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Oficinas de redução da pobreza fornecem empregos a residentes realocados em Guangxi
Mar de flores na província de Jiangsu
Paisagem do Monte Qomolangma
Trabalhadores de empresas de produtos culturais e criativos aumentam a produção
Zona sul da Biblioteca Nacional da China reabriu ao público
Trem de carga China-Europa envia suprimentos médicos a Belgrado

Notícias

Vice-presidente do Zimbábue aplaude trabalho dos médicos chineses no combate à epidemia no país
Economia mundial deve recuar 3,2% em 2020, diz ONU
Representante da OMS na China responde à carta do estudante de Wuhan
China detalha medidas para melhorar ambiente de negócios no setor de aviação civil
CBD concederá empréstimos de US$ 9 bilhões para província chinesa mais afetada pelo coronavírus
Todos os 409 casos importados da COVID-19 via porto de Suifenhe recebem alta hospitalar