Coreia do Sul eleva alerta de vírus em meio crescentes casos de COVID-19

Fonte: Xinhua Published: 2020-02-25 16:56:34
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A Coreia do Sul elevou seu alerta de vírus em quatro níveis para o nível "vermelho" mais alto no domingo, com o número de casos de infecção por COVID-19 subindo para 602 nos últimos dias, e o número de mortos subindo para cinco.

O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, presidiu uma reunião de emergência do governo para combater a disseminação do vírus, dizendo que o alerta de doença infecciosa seria elevado ao nível mais alto para fortalecer o sistema de resposta geral.

Foi a primeira vez, desde o surto da Influenza A (H1N1) em 2009, que o governo emitiu o alerta mais alto.

Sob o alerta vermelho, o governo pode tomar medidas mais rigorosas de quarentena, como a proibição de atividades em grupo e a ordem de fechar temporariamente as escolas.

O ministério da educação ordenou que todas as pré-escolas, escolas primárias e secundárias em todo o país adiassem o dia de abertura do primeiro semestre em uma semana para 9 de março. Consideraria outras medidas de acordo com situações futuras.

O Presidente Moon disse que "daqui a alguns dias" seria um momento de grande importância para combater o vírus, ordenando que todos os funcionários do governo tomem medidas "poderosas sem precedentes", independentemente dos regulamentos existentes.

A partir das 16:00, horário local, o número de pacientes infectados totalizou 602, sendo 169 a mais do que no dia anterior. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KCDC) atualizam os dados duas vezes por dia às 10:00 e 17:00, horário local.

Do total de pacientes, 494 eram residentes em Daegu, cerca de 300 km a sudeste da capital Seul e na província vizinha de Gyeongsang do Norte.

Um total de 329 casos foram vinculados aos serviços da igreja de um grupo religioso menor, chamado Sincheonji, em Daegu.

Os outros 111 casos foram rastreados no Hospital Daenam, no condado de Cheongdo, ao sul de Daegu.

No hospital, a primeira e segunda mortes pelo vírus COVID-19 foram relatadas na quarta e sexta-feira. A terceira morte postumamente deu positivo no sábado.

Mais duas mortes foram confirmadas no início do dia, aumentando o número de mortos para cinco.

O número de infecções por COVID-19 aumentou acentuadamente nos últimos dias, após 402 novos casos terem sido relatados de quarta a sábado.

Desde 3 de janeiro, o país testou mais de 25.000 pessoas, entre as quais 17.520 foram negativas para o vírus COVID-19 e 8.057 estavam sendo verificadas.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Pacientes recuperados pelo novo coronavirus doaram plasma em Hebei
Trabalhadores migrantes usam trem-bala especial para retomar o trabalho
Porto de Hefei retomou as operações de maneira ordenada
Mais pacientes do novo coronavírus recebem alta do hospital
Flores de ameixeira florescem em jardim ecológico em Shanghai
Equipe médica de Fujian parte para Wuhan

Notícias

Comentário: Como está sendo a resposta da China à epidemia?
Coreia do Sul eleva alerta de vírus em meio crescentes casos de COVID-19
Receita da Huawei salta 18% em 2019
Guterres elogia povo chinês por "contribuir para o bem da humanidade"
Comentário: Economia mundial será mais estável quando a China liberar mais potencial de desenvolvimento
FMI prevê que economia chinesa volte ao normal no segundo trimestre