Presidente brasileiro afirma apoio e amizade ao povo chinês

Fonte: Xinhua Published: 2020-02-06 17:25:11
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, expressou nesta quarta-feira solidariedade pela luta da China contra a epidemia do novo coronavírus.

Ele fez esta manifestação durante um encontro com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming. Estavam presentes também os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, da Agricultura, Tereza Cristina, da Saúde, Henrique Mandetta, e da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, além de representantes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Bolsonaro expressou pesar pela epidemia provocada pelo novo coronavírus e saudou o governo chinês por adotar medidas estritas oportunas, eficazes e responsáveis. Ele acredita que o governo e o povo chinês têm a capacidade de garantir o combate à epidemia.

Bolsonaro disse que Brasil e China são membros da comunidade internacional e devem se oferecer ajuda mútua para superar as dificuldades. O presidente brasileiro descartou a possibilidade de qualquer medida restritiva contra a China, garantindo que as portas continuarão abertas aos chineses, além de oferecer ajuda e apoio à China dentro das capacidades brasileiras.

O presidente ainda agradeceu ao governo chinês pela assistência para a evacuação dos cidadãos brasileiros que se encontram em quarentena na cidade epicentro da epidemia, Wuhan. Bolsonaro reiterou que o Brasil está disposto a trabalhar em conjunto com a China para superar os desafios.

Da sua parte, Yang Wanming expressou gratidão ao presidente Bolsonaro pela compreensão e apoio ao governo e ao povo chinês ante a crise provocada pelo novo coronavírus. Ele enfatizou que durante o período de combate à epidemia a amizade sino-brasileira é ainda mais preciosa.

Segundo o embaixador, a China está confiante na capacidade de vencer a luta contra a epidemia o mais rápido possível. A China e o Brasil são parceiros estratégicos abrangentes, sendo de grande importância para os dois países fortalecer ainda mais a cooperação em vários campos, especialmente nos campos da medicina e da saúde.

O presidente Bolsonaro postou na rede social Twitter, na noite de 4 de fevereiro, um post em que apoia os esforços da China para combater a epidemia. Ele disse que tem acompanhado os esforços da China para combater o novo coronavírus. Bolsonaro também agradeceu ao governo chinês por apoiar o Brasil na retirada da comunidade brasileira da cidade centro da epidemia, Wuhan.

Segundo Bolsonaro, o novo coronavírus traz desafios para toda a comunidade internacional, e o Brasil continuará apoiando e se unindo à China para combater a epidemia. Além do presidente Bolsonaro, os ministros da Saúde, da Agricultura, da Infraestrutura, da Casa Civil e da Cidadania, além de o ministro interino das

Relações Exteriores, expressaram solidariedade ao país asiático. Membros do Parlamento brasileiro e amigos de todas as esferas da vida pública brasileira também expressaram apoio ao lado chinês e agradeceram a postura aberta e transparente do governo da China.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Wuhan estabelece mais hospitais temporários para garantir tratamento de pacientes
Hospital Huoshenshan começou a receber pacientes infectados com coronavírus
Funcionários produzem equipamentos de proteção para ajudar no combate ao novo coronavírus
Construção do hospital Huoshenshan completada
Como passar a Festa da Primavera?
Cerca de 400 cisnes voaram recentemente para o rio Peacock em Korla

Notícias

Governo chinês enfatiza retomada de produção e reforço da prevenção do vírus
Chancelaria chinesa enfatiza segurança e saúde garantida dos estrangeiros
China adotará mais medidas para garantir fornecimento de suprimentos para controle da epidemia
Presidente brasileiro afirma apoio e amizade ao povo chinês
19 estrangeiros na China foram contagiados pela nova pneumonia
Wuhan já estabeleceu 13 hospitais temporários