EUA lançam ataque aéreo contra alvos relacionados ao Irã em Bagdá e matam comandante iraniano

Fonte: Xinhua Published: 2020-01-03 14:29:08
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Os Estados Unidos lançaram na quinta-feira ataques aéreos contra alvos relacionados ao Irã em Bagdá, a capital do Iraque, e mataram um comandante iraniano.
O Departamento de Defesa dos Estados Unidos anunciou na noite de quinta-feira que as forças norte-americanas lançaram um ataque que matou Qasem Soleimani, comandante da Força Quds da Guarda Revolucionária Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) do Irã.
"Sob o comando do presidente, o exército dos EUA tomou uma decisiva ação defensiva para proteger o pessoal dos EUA no exterior ao matar Qasem Soleimani", disse o Pentágono em um comunicado.
"Esse ataque teve como objetivo dissuadir planos futuros de ataque pelo Irã", acrescentou o comunicado.
Qasem Soleimani, o mais alto comandante iraniano e Abu Mahdi al-Muhandis, o segundo mais alto líder da força paramilitar do Iraque, Hashd Shaabi, estão entre os mortos no ataque contra um aeroporto em Bagdá.
Um funcionário de alto escalão do Pentágono havia dito à Newsweek que Muhandis e Soleimani foram mortos, fato ainda a ser verificado com testes de DNA. A IRGC confirmou no mesmo dia que seu general-de-divisão, Qasem Soleimani, havia morrido no ataque.
Um legislador e fonte de segurança, que não quis se identificar, contou à Xinhua que "oito pessoas, incluindo Abu Mahdi al-Muhandis, morreram no ataque a uma base militar próxima ao Aeroporto Internacional de Bagdá".
Notícias prévias divulgaram que três mísseis tendo como alvo o aeroporto atingiram dois veículos nos arredores, matando pelo menos sete pessoas, incluindo cinco membros da milícia iraquiana e "dois convidados" nos carros.
Dois dos mortos eram cidadãos iranianos, confirmou a fonte à Xinhua.
Soleimani uma vez disse que as forças da IRGC poderiam dar conta de qualquer guerra com os Estados Unidos,
Depois do ataque, o legislador parlamentar Mish'aan al-Jubouri, que tinha uma relação estreita com al-Muhandis, manifestou em seu Twitter,
"Sinto profundo pesar pelo irmão, rebelde, caro e leal amigo que eu sempre que eu sempre vo desafiar a morte".
O ataque ocorreu em meio a alta tensão entre Washington e Teerã.
Na terça-feira, apoiadores das milícias da Hashd Shaabi atacaram o perímetro da embaixada dos Estados Unidos em Bagdá.
Na noite de domingo, as forças dos EUA bombardearam a sede das 45ª e 46ª brigadas da Hashd Shaabi, deixando 25 mortos e 51 feridos.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Paisagem de inverno no Lago Salgado Yuncheng em Shanxi
Festival de Laba
Veja a comemoração de Ano-Novo na cidade Changsha
Uma ponte de grande elevação inaugurada na província de Guizhou
Paisagem de inverno da Montanha Emei, na província de Sichuan
Fotos aéreas da Ilha Yagong do arquipélago de Xisha, no Mar do Sul da China

Notícias

​Governo chinês refuta reportagens da imprensa estrangeira sobre Xinjiang
EUA lançam ataque aéreo contra alvos relacionados ao Irã em Bagdá e matam comandante iraniano
​Comentário: Hong Kong não é um peão de manobras de alguns políticos estrangeiros
China avança muito em desenvolvimento sustentável, segundo pesquisadores
Número de turistas em Macau registra novo recorde
Presidente do CMG profere discurso em celebração do ano-novo para audiências estrangeiras