Recepção do 20º aniversário do retorno de Macau à China é realizada no Brasil

Published: 2019-12-17 15:27:42
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Foi realizada, na Embaixada da China no Brasil, a recepção e exposição fotográfica em comemoração ao 20º aniversário do retorno de Macau à China nesta segunda-feira (16) em Brasília.

Os participantes apreciaram fotografias e vídeos sobre os grandes êxitos registrados por Macau nos últimos 20 anos. Eles avaliaram positivamente a prática bem sucedida de “Um país, dois sistemas” e desejaram um futuro mais próspero e estável para Hong Kong e Macau.

Em seu discurso, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, disse que nestas duas décadas, o PIB de Macau cresceu 8,5 vezes, e o superado financeiro mais de 190 vezes, fazendo desta uma das regiões que mais crescem no planeta, com PIB per capita entre os maiores do mundo. O sistema de seguridade social, educação, saúde e assistência aos idosos melhoram cada dia mais e a população goza de direitos e liberdades mais amplos conforme a lei, disse Yang. Ao mesmo tempo, a sociedade local é harmoniosa e estável. Os intercâmbios com o exterior crescem de forma contínua e a influência internacional de Macau está em expansão. A cidade se consolidou como um Centro Mundial de Turismo e Lazer e a plataforma de cooperação empresarial entre a China e os países de língua portuguesa. A região é reconhecida também como uma das cidades turísticas mais seguras do mundo.

Em relação à violência contínua em Hong Kong, Yang disse que na Cúpula do BRICS, em novembro em Brasília, o presidente chinês, Xi Jinping, deixou claro que a tarefa mais urgente para Hong Kong é conter a violência e a desordem e restaurar a normalidade social. O governo chinês mostrou firme determinação de defender a soberania nacional, a segurança, e o interesse do desenvolvimento, além da implementação da política “Um país, dois sistemas” e de se opor a qualquer interferência externa nos assuntos de Hong Kong.

O diplomata chinês acrescentou que as questões de Hong Kong são assuntos internos da China que não admite, de nenhuma forma, a interferência dos governos estrangeiros ou forças externas. A China tem plena confiança e capacidade de vencer todos e quaisquer desafios e escrever novos capítulos na implementação bem sucedida da política de “Um país, dois sistemas” em Hong Kong e Macau na nova era.

Tradução: Li Jinchuan

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Cisnes passam o inverno no pantanal do rio Amarelo
Beijing acolheu uma grande neve
Um hotel feito de gelo e neve em Mohe
Paisagem da montanha Wuyi,província de Fujian
Competição de produtos feitos de barro foi realizada em Chongqing
O mar de nuvens na alvorada do inverno na cidade de Puer, província de Yunnan

Notícias

Chanceler chinês pede que UE e China salvaguardem conjuntamente multilateralismo e ordem internacional
Xi Jinping chega a Macau
Associação de Jornalistas da China realiza recepção de Ano Novo
Enviado especial chinês comparece à abertura ao tráfego de ferrovia no Quênia
Canal esportivo do CMG é acessível em Macau
Primeiro porta-aviões produzido pela China é entregue à Marinha chinesa