Acadêmico brasileiro fala sobre parceria entre China e Brasil

Published: 2019-11-15 10:56:29
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A China é o maior mercado de consumo do mundo, oferecendo oportunidades para outros países, incluindo o Brasil, comentou, Maurício Santoro, professor de relações internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Ao discursar no encerramento do Fórum Empresarial do BRICS no último dia 13, o presidente chinês, Xi Jinping, salientou que o desenvolvimento da China oferece ao mundo uma grande oportunidade, e o país não mudou sua determinação de ampliar sua abertura ao exterior. Segundo ele, o país irá expandir sua importação, melhorar o ambiente de negócios e criar melhores condições às empresas.

O professor Santoro comentou que, apesar do aumento do protecionismo no âmbito mundial, a China é ainda uma importante força para defender a liberalização comercial e a abertura do mercado. Nesse caminho, o Brasil é um importante parceiro do país asiático.

Em relação à cooperação do BRICS, Maurício disse que, agora, os empresários dos países do bloco não conhecem muito bem a importância do mecanismo de cooperação para a economia global. Segundo ele, é urgente despertar a consciência de empresários para reforçar a cooperação de benefício mútuo sob o quadro do BRICS.

tradução: Shi Liang

revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Oeste em Hangzhou
Festival Internacional de Circo da China realizado em Zhuhai
Reserva Nacional Natural de Wanglang, na província de Sichuan
Cenário de neve no parque Beiling em Shenyang
Panda gigante brinca na neve em Heilongjiang
Paisagem do lago Ruqin no ponto turístico de Lushan em Jiangxi

Notícias

Presidentes da China e do Suriname reúnem-se em Beijing
Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares
Políticos dos EUA difamam a imagem da China com intenções sinistras, disse porta-voz da Chancelaria
Comentário: Investidores globais estão otimistas com o mercado de capitais da China
Compatriotas de Taiwan têm tratamento igualitário em mais setores na parte continental chinesa
Alto funcionário do PCCh critica ato dos EUA sobre Hong Kong