Especialista britânico aponta visão estreita dos EUA na disputa comercial

Fonte: CRI Published: 2019-09-06 15:52:36
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Diante da tensão comercial provocada pelos Estados Unidos contra a China, o ex-presidente do Comitê de Políticas e Recursos da cidade de Londres, Mark Boleat, comentou à imprensa chinesa que o comportamento de Washington não corresponde ao senso comum das cooperações econômicas internacionais, mostrando uma visão míope.

Atuando nas áreas de finanças e comércio internacional, Mark Boleat apontou que a disputa comercial não é benéfica para ninguém e deve ser resolvida o mais cedo possível. Ele reforçou que as pessoas não podem apenas enxergar os efeitos imediatos da imposição de tarifa adicional, mas sim as consequências em cadeia.

Os fabricantes norte-americanos já disseram que se sentem prejudicados pelas medidas adotadas pela Casa Branca, indicou o britânico. Ele enfatizou que é imprudente recorrer ao protecionismo quando a própria economia se encontra com dificuldade, já que, no longo prazo, somente um ambiente de comércio internacional livre pode favorecer a todos.

Tradução: Isabel Shi

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

“Cidade Proibida” feita de 500 mil legos apresentada ao público
Museu do Palácio organiza exposição com tema de flores e árvores para celebrar o Dia Nacional
Flores em floração em Changchun
Veja fotos da semana de moda de Beijing 2019
Paisagem outonal do lago Yamzbog Yumco no Tibet na China
Começa novo semestre da escola na China

Notícias

Especialista britânico aponta visão estreita dos EUA na disputa comercial
Comentário: Só consultas de forma racional podem resolver problemas
China intensifica medidas fiscais para aumentar produção de porcos e garantir fornecimento de carne suína
Relatório do FED mostra preocupação contínua sobre fricções comerciais
Comentário: Empresas chinesas se desenvolvem perante dificuldades
Acidente de ônibus na Nova Zelândia mata seis turistas chineses