Nicolas Maduro condena EUA pela sanção imposta à empresa Petróleos de Venezuela

Fonte: CRI Published: 2019-01-29 15:04:54
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, proferiu um discurso televisivo nesta segunda-feira (28), condenando os EUA pela sanção imposta à empresa estatal do país Petróleo de Venezuela (PDVSA).

Maduro classificou as sanções contra a PDVSA e sua filial nos EUA como “ato criminoso” que violou a lei internacional e a Carta da ONU e que tem o motivo de “furtar” os bens da Venezuela no exterior. Ele reafirmou que seu governo tomará todas as medidas jurídicas para proteger os bens estatais venezuelanos.

No discurso, Maduro também salientou que está disposto a iniciar diálogo com a oposição para defender a estabilidade e a paz do país, além de comunicar a Washington com base de não interferência nos assuntos internos do país.

O Departamento de Tesouro dos EUA anunciou sanções contra a PDVSA. Os ativos desta empresa nos EUA serão congelados e qualquer transação da empresa com cidadãos norte-americanos também serão proibidas.

Tradução: Xia Ren

Revisão: Diego Goularte

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Nanjing: Festival de Lanternas de Qinhuai
Centro de distribuição automatizado inaugurado em Nanjing
Paisagem de inverno em parque florestal de Qinghai
Pessoas visitam mercado para compras do Festival da Primavera
Novo aeroporto de Beijing recebe "primeiro voo"
Turistas se divertem no Rio Songhua congelado em Harbin

Notícias

China realiza segunda deliberação sobre a Lei do Investimento Estrangeiro
Nicolas Maduro condena EUA pela sanção imposta à empresa Petróleos de Venezuela
China promove maior abertura tomando referência das principais economias
Hong Kong não pode parar de progredir, diz chefe do Executivo da região
Embaixador chinês refuta “ameaça da Huawei” no jornal britânico
Inovação tecnológica promove melhoria nos sanitários públicos da China