Vice-presidente chinês pede desenvolvimento como solução para o desequilíbrio

Fonte: CRI Published: 2019-01-25 10:38:15
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O vice-presidente chinês, Wang Qishan, participou no dia 23 da sessão anual do Fórum Econômico Mundial realizado em Davos, Suíça, e discursou na ocasião,dizendo que o desenvolvimento e o progresso da China podem ser analisados desde perspectivas históricas, culturais e filosóficas.

O vice-presidente chinês pediu que os países impulsionem a reforma estrutural, encontrem um equilíbrio certo entre equidade e eficiência, adotem medidas políticas efetivas para prevenir a piora na desigualdade de renda, e combatam o impacto sobre algumas regiões e indústrias causados por novas tecnologias e competição de mercado, para que todo o povo possa se beneficiar do desenvolvimento contínuo.

"A última coisa que devemos fazer é parar de cozinhar o bolo e somente se envolver em um debate fútil sobre como dividí-lo", sublinhou o vice-presidente chinês, dizendo que o necessário é fazer um bolo maior enquanto se busca métodos para compartilhá-lo de maneira mais justa.

Ele acrescentou que transferir a culpa por seus próprios problemas aos outros não resolve os problemas.

Líderes mundiais e elites empresariais reúnem-se no fórum em Davos, Suíça, que acontece entre terça-feira e sexta-feira, com o tema de "Globalização 4.0: Configurando uma Arquitetura Global na Época da Quarta Revolução Industrial".

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Paisagem de inverno em parque florestal de Qinghai
Pessoas visitam mercado para compras do Festival da Primavera
Novo aeroporto de Beijing recebe "primeiro voo"
Turistas se divertem no Rio Songhua congelado em Harbin
Tripulação de trem-bala chinês irá contar com membros estrangeiros durante período do Festival da Primavera
Paisagem de lago Dianchi em Kunming

Notícias

Funcionário de alto escalão do PCC enfatiza prevenção e neutralização de grandes riscos
Vice-presidente chinês pede desenvolvimento como solução para o desequilíbrio
China exige que EUA abandone a mentalidade de Guerra Fria
Comentário: Uma chave para compreender melhor a China
Venezuela anuncia rompimento das relações diplomáticas com EUA
Rússia e Japão precisam de paciência a longo prazo antes da assinatura do tratado de paz