BYD vence licitação para primeiro monotrilho transoceânico brasileiro

Published: 2018-05-25 10:56:39
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A BYD venceu a licitação para o projeto de monotrilho de nuvem no dia 23 de maio (horário local) com um valor de US$ 689 milhões. Os resultados foram apresentados pelo Estado da Bahia. A cidade brasileira de Salvador receberá seu primeiro monotrilho de straddle – monotrilho de nuvem da BYD, o qual será contruído atravessando o mar.

O monotrilho de Salvador servirá para substituir as ferrovias que estão em operação há mais de 100 anos. O projeto será dividido em duas fases. A primeira fase construirá cerca de 4,6 km e a segunda fase, cerca de 15,4 km. Espera-se que seja aberto ao tráfego em 2020.

A “ferrovia” é de média e pequena capacidade, e carrega muitas configurações de alta tecnologia, como sistema de condução não tripulado. A empresa acumulou 5 bilhões de yuans por cinco anos para construí-la com sucesso. O monotrilho pode ser amplamente utilizado nas linhas de conexão de transporte e linhas de criptografia nas cidades de primeiro e segundo níveis; como principais linhas de transporte nas cidades de terceiro e quarto níveis e como linhas turísticas nas atrações deste tipo. Desde o lançamento do monotrilho de nuvem, a BYD chegou a cooperar com várias cidades da China e Filipinas, Camboja, Marrocos e Egito para a promoção.

Tradução: Luana Xing

Revisão: Layanna Azevedo

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Ponte suspensa iluminada torna-se atração local em Nanjing
Shannan: Habitat para macacos selvagens
Fotos aéreas da Cachoeira Hukou do Rio Amarelo em Shaanxi
As mudanças na cidade Qingdao nos últimos 40 anos
Centro de Imprensa da Cúpula da OCS abrirá as portas a 6 de junho
Parque Nacional de Shennongjia em Hubei

Notícias

“Espírito de Shanghai” continua na cúpula da OCS em Qingdao
Roma reúne especialistas em seminário para debater redução da pobreza e da fome
China divulga código de conduta sobre o meio ambiente
Chanceler chinês explana sobre questões em governança global, confiança e desenvolvimento
Chanceler chinês valoriza cooperação do BRICS na próxima década
Brasil quer impulsionar turismo aos chineses