Heilongjiang segue caminho de desenvolvimento de alta qualidade

Published: 2019-09-06 20:47:33
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A província de Heilongjiang, no nordeste da China, experimentou mudanças significativas desde a fundação da República Popular da China, há 70 anos. As autoridades governamentais da província apresentaram nesta sexta-feira (6) em Beijing os resultados de seu desenvolvimento nas últimas décadas.

O secretário do Comitê Provincial de Heilongjiang do Partido Comunista da China, Zhang Qingwei, mostrou que, antes da fundação da República Popular da China, a região quase não produzia cereais. Após 1949, porém, Heilongjiang se tornou a maior produtora de cereais da China nos sentidos de área de plantação, produção total, comercialização e taxa de maquinação agrícola, entre outros. Graças a essas vantagens, Heilongjiang desempenha um papel substancial para garantir a segurança alimentar do país. Ao mesmo tempo, a província produziu 2,39 bilhões de toneladas de petróleo bruto para o país nos últimos 70 anos, representando 37,6% do volume total produzido nas zonas produtoras terrestres da China. Além disso, o sistema industrial da província vem sendo aprimorado.

“Com o nosso desenvolvimento nos últimos 70 anos, Heilongjiang passou a ter um sistema industrial abrangente e o poderio tecnológico da província ocupa o 16º lugar do ranking nacional. Os produtos incluem helicópteros, aeronaves, máquinas-ferramentas, motores de navios e produtos de liga de alumínio. Oferecemos conjuntos completos de equipamentos a um terço das usinas elétricas do país e à metade dos trens de carga. A produção de Heilongjiang deu grandes contribuições para o desenvolvimento econômico da China.”

Com uma fronteira de cerca de três mil quilômetros com a Rússia, Heilongjiang também possui uma posição muito importante na cooperação abrangente entre a China e o país vizinho. Em 2018, o volume de importação e exportação de Heilongjiang com a Rússia somou 122 bilhões de yuans, representando um quinto do valor comercial total entre os dois países. Zhang Qingwei disse que a província vai intensificar ainda mais a abertura com destaque ao comércio com a Rússia.

“Vamos consolidar a vantagem na importação de energias e recursos, desenvolver o processamento profundo de soja e outros produtos agrícolas importados da Rússia, criar uma série de parques de cooperação econômica e comercial no exterior e participar da construção de portos livres da Rússia. Os produtos importados da Rússia são mais do que os produtos exportados por nós, porque muitas mercadorias russas são alimentos e produtos agrícolas de alta qualidade. Muitos turistas chineses vão à Rússia fazer compras. O comércio fronteiriço favorece o povo da região. Devemos melhorar continuamente o ambiente de negócios e elevar a qualidade da cooperação econômica e comercial com o exterior.”

Com 17 postos de fronteira e parceria comercial com mais de 200 países e regiões, Heilongjiang vem se tornando uma grande porta para a abertura da China.

Tradução: Paula Chen

Revisão: Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

“Cidade Proibida” feita de 500 mil legos apresentada ao público
Museu do Palácio organiza exposição com tema de flores e árvores para celebrar o Dia Nacional
Flores em floração em Changchun
Veja fotos da semana de moda de Beijing 2019
Paisagem outonal do lago Yamzbog Yumco no Tibet na China
Começa novo semestre da escola na China

Notícias

Heilongjiang segue caminho de desenvolvimento de alta qualidade
Incêndio em navio de cruzeiro causa 34 mortes na Califórnia
15ª Feira Internacional de Agricultura de Kunming resulta em contratos bilionários
Especialista britânico aponta visão estreita dos EUA na disputa comercial
Comentário: Só consultas de forma racional podem resolver problemas
China intensifica medidas fiscais para aumentar produção de porcos e garantir fornecimento de carne suína