Comentário: Escalada da disputa comercial não irá resolver nada

Fonte: CRI Published: 2019-08-30 20:18:41
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A nova rodada de tarifas adicionais impostas pelos Estados Unidos sobre as exportações chinesas eleva ainda mais o risco da disputa comercial. Tal atuação norte-americana, que se desvia do caminho racional, não irá resolver nenhum problema e não favorece nem a China e nem os Estados Unidos.

Ao longo do ano, a China viu-se obrigada a tomar três rodadas de contramedidas em resposta à escalada da disputa comercial provocada pelos Estados Unidos, sendo uma ação necessária para proteger seus próprios interesses justos e salvaguardar o sistema do comércio mundial multilateral.

Tendo em conta a influência negativa, o país considera que os EUA devem cancelar a imposição de novas taxas aos produtos chineses no valor de US$ 550 bilhões e evitar a tensão de uma guerra comercial.

Os dados já mostram que no segundo trimestre o Produto Interno Bruto dos Estados Unidos desacelerou seu crescimento, com ritmo de 2,1% perante 3,1% registrado no primeiro trimestre. Ao mesmo tempo, os fazendeiros norte-americanos perdem o mercado chinês que tem sido seu primeiro maior destino de exportações. Já o impacto das tarifas adicionais é transferido aos próprios consumidores, aumentando o custo do funcionamento da economia norte-americana.

O ex-secretário do Tesouro dos EUA, Lawrence Henry Summers, apontou que a guerra tarifária contra China será um fracasso. Enquanto as empresas norte-americanas vão sofrer milhões de dólares de perda econômica. O jornal Washington Post, citando economistas, previu que Estados Unidos podem cair em recessão econômica em dois anos.

O Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional também alertaram que a economia global enfrentará mais riscos de retrocesso no caso de escalada da atual tensão comercial. A comunidade internacional pediu a Washington para que não recorra ao protecionismo, mas abrace a globalização.

A China e os Estados Unidos, sendo as duas maiores economias do mundo, estão interligados de forma profunda em termos de interesses econômicos e comerciais. A cooperação tem sido a melhor opção para ambos os lados e a consulta é maneira correta para resolver os problemas. A China continua disposta a resolver esse episódio por meio de consultas e cooperações, com base na igualdade e respeito mútuo.

Afinal de contas, ninguém sairá vencedor da disputa comercial. A cooperação entre China e Estados Unidos beneficia todo o mundo.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Oeste em Hangzhou
Festival Internacional de Circo da China realizado em Zhuhai
Reserva Nacional Natural de Wanglang, na província de Sichuan
Cenário de neve no parque Beiling em Shenyang
Panda gigante brinca na neve em Heilongjiang
Paisagem do lago Ruqin no ponto turístico de Lushan em Jiangxi

Notícias

Presidentes da China e do Suriname reúnem-se em Beijing
Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares
Políticos dos EUA difamam a imagem da China com intenções sinistras, disse porta-voz da Chancelaria
Comentário: Investidores globais estão otimistas com o mercado de capitais da China
Compatriotas de Taiwan têm tratamento igualitário em mais setores na parte continental chinesa
Alto funcionário do PCCh critica ato dos EUA sobre Hong Kong