China promove classificação de lixo em principais cidades

Published: 2019-08-09 18:38:48
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Ao entrar em 2019, a China começou a classificação de lixo em cidades-piloto no país. Segundo o planejamento, esse trabalho será iniciado em todas as cidades de nível municipal e superior neste ano. Até 2025, será concluído um sistema de separação e processamento de lixo na região urbana.

No início de 2018, a China listou 46 cidades como pontos-piloto de classificação de lixo doméstico, incluindo Beijing, Tianjin, Shanghai, entre outros. O país investirá 21,3 bilhões de yuans (US$ 3,1 bilhões) na construção de instalações de processamento do lixo para satisfazer a demanda.

Sistemas de processamento de lixo doméstico estão sendo construídos nessas 46 cidades-piloto, as quais também foram equipadas com cerca de 5 mil transportadores de resíduos de cozinha e mil transportadores de resíduos perigosos.

Atualmente, em cidades como Beijing, Shanghai, Taiyuan, Changchun, Hangzhou, Ningbo, Guangzhou, Yichun e Yinchuan, já foram elaborados regulamentos de classificação de lixo doméstico, incorporando o trabalho no quadro jurídico.

Na capital chinesa, já foram estabelecidos 224 pontos-piloto de separação de lixo. A senhora Li mora em Qinshanshui, uma das primeiras comunidades no distrito Shijingshan a realizar a classificação de lixo.

“Estou satisfeita com este trabalho. O ponto oferece diferentes lixeiras para diferentes tipos de lixo. Vou fazer a separação do lixo já em casa e colocar cada tipo no lugar certo.”

Cerca de 38,3% das famílias chinesas adotaram o hábito de separar o lixo em 2018, registrando uma alta anual de 11,4%, de acordo com uma pesquisa feita no ano passado pelo Centro de Pesquisa de Desenvolvimento do Conselho de Estado da China.

Um conjunto de regulamentos para a classificação do lixo residencial entrou em vigor em Shanghai no dia 1º de julho deste ano, com mais de 600 avisos de retificação sendo emitidos no primeiro dia para indivíduos, companhias e instituições.

Os padrões de classificação de lixo em Shanghai exigem que os residentes separem os resíduos secos e molhados, o lixo reciclável e o lixo perigoso. Ao entrar nas férias de verão, jovens voluntários começaram a participar no trabalho de inspeção de separação dos lixos na comunidade.

“Esse tipo de lixo deve ser colocado aqui, na categoria de resíduos secos. E esse é para lixo seco, não devemos jogar os sacos plásticos dentro.”

Para o porta-voz do Ministério de Meio Ambiente da China, Liu Youbin, o trabalho precisa de esforços plenos de cada um na sociedade.

“Na próxima fase, vamos reforçar a supervisão desse trabalho. Governos de diversos níveis do país devem assumir sua responsabilidade para melhorar a gestão de classificação de lixo e reforçar a inspeção de atos de poluição ambiental.”

Tradução: Li Jinchuan

Revisão: Gabriela Netto

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Turismo ecológico em Zhejiang
Paisagem noturna de Nanchang, capital da província de Jiangxi
RoboMaster, uma competição de robótica anual da China
Aproveite a melhor estação do ano em Yajiang
LEGO abre sua primeira loja em Xi'an
Paisagem do ponto cênico de Hongcun, província de Anhui

Notícias

BCE lembra agravo contínuo nas expectativas do crescimento econômico mundial
Comércio exterior da China cresce 4,2% até julho
Reservas de divisas da China somam US$ 3,1037 trilhões em julho
Invest São Paulo Day em Shanghai reúne banqueiros e empresários chineses e brasileiros
Difamar a China como “manipuladora da moeda” é ato típico do unilateralismo dos EUA
Venezuela condena “embargo econômico completo” dos EUA