Economia de Xinjiang cresce 40% nos últimos cinco anos

Published: 2019-07-05 19:35:15
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Os habitantes da Região Autônoma Uigur de Xinjiang na China aproveitaram as oportunidades trazidas pela política de reforma e abertura e pela iniciativa “Cinturão e Rota” para cultivar indústrias e promover a abertura com base no conceito de desenvolvimento inovador, sustentável e de compartilhamento. Nos últimos cinco anos, a economia da região cresceu 40%.

No Hospital Popular de Kashgar em Xinjiang, a equipe médica enviada pela província de Guangdong formou um grupo de médicos para melhorar o serviço médico local. A médica ginecologista do hospital, Asimuguli Kelimu, elogiou: “É uma honra ser aluna da professora Xiang, que nos ensina as as inovações técnicas e científicas da medicina . Eu já consegui dominar o que aprendi com ela.”

A professora Xiang que Kelimu mencionou é a médica Xiang Dongfang, enviada pelo Hospital de Medicina Tradicional de Guangdong. Ao trabalhar no Hospital Popular de Kashgar, Xiang não apenas atendeu pacientes, mas também dedicou muito esforços para formar médicos locais.

Segundo informações, atualmente em Xinjiang, milhares de funcionários públicos unem-se a habitantes de diferentes etnias da região para colaboração e assistência mútua. Em 2018, o governo de Xinjiang resolveu inúmeras dificuldades encontradas pela população local dentro das áreas de saúde, educação, emprego e produção.

Com a união e o desenvolvimento, o povo de Xinjiang tem obtido benefícios estáveis, avançando no caminho da prosperidade em comum. Segundo dados, em 2018, a região de Xinjiang registrou um PIB no valor de mais de 1,2 trilhão de yuans, uma alta de 6,1% em relação ao ano anterior. E a renda disponível anual per capita dos habitantes locais ultrapassou pela primeira vez a marca de 20 mil yuans.

Nos últimos cinco anos, Xinjiang impulsionou ativamente a construção da faixa econômica fronteiriça, estabeleceu três corredores de transporte internacionais no norte, centro e sul da região. Agora, os trens de carga China-Europa que passam por Urumqi, capital da região autônoma, cobrem 19 países e 26 cidades da Ásia e Europa.

O especialista em economia da região de Xinjiang, Zhou Bing, disse que o conceito de desenvolvimento inovador, coordenado, sustentável, aberto e de compartilhamento promoveu o crescimento econômico de alta qualidade de Xinjiang. “A estrutura industrial da região está avançando para a mid-end e high-end. As indústrias de alta tecnologia e as indústrias emergentes veem um desenvolvimento rápido. Nós devemos elevar a qualidade do desenvolvimento, focar na reforma estrutural do lado da oferta e criar um sistema industrial com características locais, a fim de impulsionar o crescimento econômico e gerar mais benefícios aos habitantes.”

tradução: Shi Liang

revisão: Luciana Isabor

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Oeste em Hangzhou
Festival Internacional de Circo da China realizado em Zhuhai
Reserva Nacional Natural de Wanglang, na província de Sichuan
Cenário de neve no parque Beiling em Shenyang
Panda gigante brinca na neve em Heilongjiang
Paisagem do lago Ruqin no ponto turístico de Lushan em Jiangxi

Notícias

Presidentes da China e do Suriname reúnem-se em Beijing
Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares
Políticos dos EUA difamam a imagem da China com intenções sinistras, disse porta-voz da Chancelaria
Comentário: Investidores globais estão otimistas com o mercado de capitais da China
Compatriotas de Taiwan têm tratamento igualitário em mais setores na parte continental chinesa
Alto funcionário do PCCh critica ato dos EUA sobre Hong Kong