Xi Jinping discursa na Conferência sobre Diálogo de Civilizações Asiáticas

Published: 2019-05-15 19:54:29
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Foi inaugurada hoje (15) em Beijing a Conferência sobre Diálogo de Civilizações Asiáticas. O presidente chinês, Xi Jinping, participou da conferência e fez um discurso temático intitulado “Aprofundar o intercâmbio e a aprendizagem entre as civilizações e construir em conjunto uma comunidade asiática de futuro compartilhado”.

No discurso, Xi Jinping enfatizou a importância de promover os intercâmbios e as aprendizagens mútuas entre diferentes países, nações e culturas, de consolidar a base cultural para a construção conjunta de uma comunidade asiática de futuro compartilhado e uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade.

A Conferência sobre Diálogo de Civilizações Asiáticas foi proposta por Xi Jinping e recebeu repercussões positivas nos países asiáticos e no cenário mundial. Por que é necessário realizar um diálogo entre civilizações? Xi Jinping deu sua resposta no discurso.

“Com o aprofundamento da multipolarização mundial, globalização econômica, diversidade cultural e informatização social, a sociedade humana terá um futuro esperançoso. No entanto, as incertezas e instabilidades que surgiram no cenário mundial deixam os desafios já existentes mais severos. Pessoas de todos os países devem trabalhar em conjunto para responder aos desafios. A Conferência sobre Diálogo de Civilizações Asiáticas oferece aos diversos países uma plataforma para promover diálogos equitativos e trocar ideias inspiradas.”

Xi Jinping disse ainda que a Ásia é uma das regiões de assentamento humano que é um importante berço da civilização humana. Devemos permitir que as mais diversas civilizações do mundo floresçam. Não haverá choque de civilizações se as pessoas apreciarem a beleza de todas, disse Xi Jinping.

“É ridículo acreditar que a etnia e a civilização de um é superior a de outros, e é terrível transformar deliberadamente ou até substituir uma civilização. Devemos persistir na igualdade e no respeito, abandonar a ignorância e o preconceito, além de promover o diálogo entre diferentes culturas e buscar uma coexistência harmoniosa.”

A China, inventora do papel, da pólvora, da imprensa, da bússola, do calendário, e com uma filosofia e visão orientada para as pessoas, exerce profunda influência no mundo e promove o processo de desenvolvimento da civilização humana, acrescentou Xi Jinping. A civilização chinesa é um sistema aberto formado durante constantes intercâmbios e aprendizagem mútua com outras civilizações.

“A essência da civilização chinesa é buscar boa vontade com os vizinhos e harmonia com todas as nações. Os valores distintos da civilização chinesa são beneficiar o povo e propiciar a ele estabilidade e prosperidade. Manter a reforma e a inovação e avançar com os tempos são o espírito inalterado da civilização chinesa, enquanto seguir as regras da natureza e unir a humanidade com o universo são a sua filosofia de existência. No futuro, a China certamente abraçará o mundo com uma postura mais aberta e contribuirá com realizações de uma civilização ainda mais dinâmica.”


Tradução: Li Jinchuan

Revisão: Erasto

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Festival de gastronomia asiática arranca em Chengdu
Visão noturna de Beijing
Exposição de civilizações asiáticas foi inaugurada em Beijing
Novo aeroporto de Beijing conclui primeiro voo de teste de aviões de passageiros
Jardim de Cerejeiras 203 em Dalian
As maravilhosas paisagens asiáticas

Notícias

Xi Jinping discursa na Conferência sobre Diálogo de Civilizações Asiáticas
Andrea Bocelli cantará Nessun Dorma no Carnaval da Cultura da Ásia
Putin e Pompeo esperam restabelecer relações russo-norte-americanas
CCTV News mostra confiança e passo firme do avanço da China
Comentário: Não manche o conceito de civilização por favor, senhora Skinner!
Representante da UE alerta sobre conflito militar entre EUA e Irã