Comentário: Uma chave para compreender melhor a China

Fonte: CRI Published: 2019-01-24 17:35:14
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Uma das perplexidades que os chineses costumam enfrentar nos contatos com estrangeiros é falta de conhecimento quanto à cultura milenar, até provocando mal entendidos e interpretações erradas. Já o mundo exterior, em particular os países ocidentais, também sente um pouco de dificuldade de compreender a China apesar da grande curiosidade sobre seu desenvolvimento e políticas. No âmbito do Fórum Econômico Mundial realizado em Davos, o vice-presidente chinês, Wang Qishan, formulou uma ideia para tirar essa dúvida, apontando que a história, cultura e filosofia constituem uma chave para entender melhor a China.

Em outras palavras, é preciso levar em conta a história, cultura e filosofia da China para conhecer e avaliar seu desenvolvimento e desempenho.

O antigo líder chinês, Deng Xiaopeng, falou que só o desenvolvimento é necessidade absoluta. O atual presidente do país, Xi Jinping, também considera o desenvolvimento como façanha eterna da sociedade humana. A China tem enfatizado o desenvolvimento da economia e a melhoria do bem-estar do povo. Com base nisso, tem adotado uma série de políticas socioeconômicas para promover a reforma e o desenvolvimento do país. Em 1978, o Produto Interno Bruto da China era inferior a U$150 bilhões, enquanto, em 2018, o volume atingiu US$13,6 trilhões. Embora muitos fatores sejam atribuídos a este êxito, um motivo importante reside no conceito tradicional chinês, o qual valoriza que pessoas são fundamento da nação e decidem sua estabilidade.

Isso explica porque a China conseguiu livrar da pobreza mais de 800 milhões de pessoas, alcançando uma iniciativa sem precedentes. Segundo um relatório elaborado pela empresa norte-americana Edelman que estuda a confiança no governo, a aprovação dos chineses pelo governo chegou a 86%, se colocando no primeiro lugar do ranking mundial.

Ao tratar assuntos exteriores, a China propõe um novo modelo das relações internacionais e uma conotação de equilíbrio entre justiça e interesse. A visão concentra-se na cooperação e benefício mútuo em oposição ao confronto e jogo de soma zero. De fato, a ideia origina-se dos pensamentos milenares da China, tais como “homem ajuda outros para melhorar a si mesmo” e “quem tem boa vida ajuda outros a ter boa vida”. A ideologia chinesa é bem diferente das filosofias políticas ocidentais que alegam interesses eternos

Nos últimos cinco anos, a China empenhou-se em impulsionar a construção do Cinturão e Rota, ação interpretada como um desafio contra ordem internacional dominada pelos países ocidentais. Nesta nova era de globalização, a pobreza consiste no maior inimigo de toda humanidade. A China, sendo maior país em desenvolvimento e a segunda maior economia do mundo, está disposta a compartilhar as experiências e resultados do desenvolvimento para que todos alcancem a prosperidade.

Conforme estimativas da companhia de seguros Euler Hermes, o comércio global relativo à iniciativa Cinturão e Rota pode aumentar US$117 milhões em 2019. No cenário em que a economia mundial desacelera o ritmo de expansão, a China faz sua contribuição notável para alavancar o crescimento global.

No palco de Davos, Wang Qishan apontou que a China já procura um caminho adequado de desenvolvimento que corresponde a própria situação . Ele comprometeu que o país continua melhorando o socialismo com características chinesas no processo de reforma e abertura.

Há 600 anos, Zhenghe conduziu uma frota e navegou até oceano Índio. Naquele tempo, a China gozava de tecnologias e forças militares avançadas, mas nunca colonizou nenhum país. O vice-presidente chinês discursou que o passado, o presente e o futuro são interligados e para compreender a realidade da China, deve-se conhecer a história chinesa e irá prever seu futuro.

Comentarista: Xu Qinduo

Tradução: Isabel Shi

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Paisagem de inverno em parque florestal de Qinghai
Pessoas visitam mercado para compras do Festival da Primavera
Novo aeroporto de Beijing recebe "primeiro voo"
Turistas se divertem no Rio Songhua congelado em Harbin
Tripulação de trem-bala chinês irá contar com membros estrangeiros durante período do Festival da Primavera
Paisagem de lago Dianchi em Kunming

Notícias

Inovação tecnológica promove melhoria nos sanitários públicos da China
Funcionário de alto escalão do PCC enfatiza prevenção e neutralização de grandes riscos
Vice-presidente chinês pede desenvolvimento como solução para o desequilíbrio
China exige que EUA abandone a mentalidade de Guerra Fria
Comentário: Uma chave para compreender melhor a China
Venezuela anuncia rompimento das relações diplomáticas com EUA