CEO do Centro China-Brasil: Reforma e Abertura da China promove desenvolvimento do mundo

Published: 2018-12-19 20:10:57
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Os progressos adquiridos durante os 40 anos da Reforma e Abertura da China não só beneficiaram o povo chinês, mas também mostraram a capacidade dos chineses de criar uma boa vida diante dos grandes desafios. Cada vez que o CEO do Centro China-Brasil, Ronnie Lins, visita a China, se surpreende com as mudanças constantes no país asiático.

“Um destaque realmente impressionante foi o desenvolvimento da infraestrutura. Houve significativos avanços nas áreas de trens-bala, na parte de portos, movimentação de containers e serviços aeroportuários. Então, essa parte de infraestrutura eu destaco como realmente um setor que mais se evoluiu nos últimos anos na China.”

A Abertura ativa ao exterior contribuiu para a China e o mundo. Ronnie Lins acredita que a persistência no multilateralismo e a cooperação de benefício mútuo é a direção correta do desenvolvimento futuro do mundo.

“O presidente Xi adota uma política que eu considero correta, que é a do multilateralista. A tendência é que cada vez o mundo seja multilateralista. A cada vez mais a China tende a abrir mais a sua economia, porque isso vai fazer com que ela possa expandir as suas atividades dar melhor condições de vida para os chineses, e também contribuir para as melhores condições de vida dos outros países. Eu acho o caminho correto é esse, é expandir as coisas para o exterior e criar cada vez mais parceiros para que juntos possam criar um melhor bem comum da humanidade.”

Acerca das práticas pragmáticas da Abertura, Ronnie Lins avaliou a 1ª Expo Internacional de Importação da China foi uma grande iniciativa. O evento melhorou o entendimento dos compradores chineses sobre os produtos brasileiros e promoveu a exportação do Brasil.

“O que aconteceu na feira foi que muitos países ao poder ter contato com a China, conseguiram desenvolver um canal para comercializar os produtos diretamente com os chineses. E a China também ao ter contato com países, pode ter um conhecimento de produtos e serviços que os outros países dispõem, que é fundamental para o desenvolvimento da China. Então, essa troca é um processo fundamental para que ambos os países possam se desenvolver mais.”

O presidente chinês, Xi Jinping, enfatizou na conferência em celebração ao 40º aniversário da Reforma e Abertura que continuará “trabalhando tenazmente para levar as reformas adiante” e “dirigirindo o povo chinês no caminho para a revitalização”, impressionando Ronnie Lins. Ele salientou que a decisão da China vai ajudar o país a alcançar maiores êxitos e no futuro e criar mais oportunidades de desenvolvimento para o mundo e o Brasil, especialmente na agricultura e infraestrutura.

“O Brasil detém alta tecnologia na área de agricultura. E a China precisa do Brasil também para criar sua auto-suficiência alimentar. Todos sabem que a infraestrutura do Brasil é muito ruim. A China é um parceiro natural porque tem expertise. Acho que para o futuro, é fundamental que o Brasil tenha a melhor infraestrutura porque isso vai facilitar muito a China para receber os produtos de melhor qualidade, e também a custos menores. Como eu disse, ambos vão se beneficiar não só agora, quanto no futuro. Agora, certamente vai ter mais oportunidades.”

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

China Post lança selos e cartão de recordação para comemorar 40º aniversário da reforma e abertura da China
EUA lança "Dinheiro da Sorte " do Ano do Porco
Show de iluminação foi realizado na província de Jiangxi
Macau realizada parada internacional para celebrar 19º aniversário do regresso à pátria
Paisagem de neve da Montanha Lushan
Decoração de Natal em Hong Kong

Notícias

CEO do Centro China-Brasil: Reforma e Abertura da China promove desenvolvimento do mundo
Alibaba inaugura hotel do futuro com inteligência artificial
Alto funcionário do PCC reúne-se com delegação do Partido da Justiça e Desenvolvimento da Turquia
China enriquecerá e desenvolverá constantemente experiência de Reforma e Abertura
Israel destrói casa de família palestina no norte da Cisjordânia
Banco central da China continua injetando fundos