Projeto de Transferência de Água do Sul para o Norte beneficia 100 milhões de chineses

Published: 2018-12-12 18:28:16
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A primeira fase do projeto “Transferência de Água do Sul para o Norte da China” foi concluída no dia 12 de dezembro de 2014. Com isso, as águas do Rio Yangzé, no sul da China, começaram a regar o solo do norte. Nos últimos quatro anos, mais de 22,2 bilhões de metros cúbicos de água foram transferidos do sul para o norte do país, beneficiando mais de 100 milhões de chineses.

A Transferência de Água do Sul para o Norte é o maior projeto hídrico do mundo. O funcionário responsável pelo projeto do Ministério dos Recursos Hídricos da China, Yuan Qitian, disse que em mais de 40 regiões e cidades da China, incluindo Beijing, Tianjin, Hebei, Shandong e Henan, águas do sul são as fontes principais de água potável dos cidadãos locais.

“Atualmente, os locais ao longo do projeto têm acesso a mais recursos hídricos. As águas do sul já se tornaram a fonte principal para o uso diário em mais de 40 regiões e cidades da China.”

Segundo dados estatísticos, a qualidade da água ao longo do projeto pode permanecer em nível superior à segunda categoria. Em comparação com o passado, a qualidade da água potável tem sido elevada consideravelmente. A senhora Du Xiaona, em Shijiazhuang, disse que testemunhou a melhoria das águas em sua cidade nos últimos anos.

“Os habitantes locais da cidade, incluindo os arredores, têm acesso à água do sul que é de boa qualidade. Já não tem impurezas na água e o gosto é muito melhor.”

Ao mesmo tempo, a Transferência de Água do Sul para o Norte já trouxe benefícios ecológicos nos últimos anos. Segundo o vice diretor do Gabinete de Prevenção de Inundação e da Seca de Hebei, Yu Qingtao, em setembro deste ano, três rios em Hebei foram beneficiados pela hidratação da água do sul através desse projeto.

“Três rios em Hebei, incluindo Nanjuma, Hutuo e Fuyang, foram hidratados com as águas do sul. A hidratação para o rio Hutuo começou no dia 13 de setembro, com uma velocidade de 85 metros cúbicos de água por segundo. Até o dia 3 de dezembro, mais de 372 milhões de metros cúbicos de água foram injetadas ao rio. Este volume não foi injetado apenas na superfície do rio, mas sim na área subterrânea.”

Segundo Yu Qingtao, o nível da água subterrânea nessa região cresceu 0,5 metro, aliviando de forma agradável a seca da região. Atualmente, o rio Hutuo já se tornou um local de passeio bem popular entre os cidadãos locais.

Tradução: Li Jinchuan

Revisão: Layanna Azevedo

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Decoração de Natal em Hong Kong
China constrói a maior ponte ferroviária em arco do mundo
Exposição fotográfica em Londres comemora 40 anos da reforma e abertura da China
Belos cenários de neve na China
Restaurante de Beijing integra IA e atrai consumidores
Visita de Xi Jinping leva cultura chinesa ao mundo

Notícias

Projeto de Transferência de Água do Sul para o Norte beneficia 100 milhões de chineses
Macau sedia 7º Fórum Internacional de Energias Limpas
Tiroteio em catedral no Brasil deixa quatro mortos
Proteção à propriedade intelectual da China desempenha um papel importante no desenvolvimento do país
Agência Internacional de Energia elogia mercado de carbono da China
Empresas chinesas não devem sofrer tratamento discriminatório no Japão, diz Chancelaria chinesa