Comentário: que tipo de mundo digital precisamos?

Published: 2018-11-09 17:30:14
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

 

A 5ª Conferência Mundial da Internet foi inaugurada nesta quinta-feira (8) em Wuzhen, província chinesa de Zhejiang. Nos últimos três dias, o tema da conferência foi bem interpretado nos seminários e nas apresentações: “criando um mundo digital para a confiança mútua e a governança coletiva -- para uma comunidade com um futuro compartilhado no ciberespaço".

Até o final de junho deste ano, a taxa de popularidade da Internet no mundo superou 55%. Mais de 4,2 bilhões de pessoas obtêm informações online. A Internet trouxe mudanças não só na aquisição de informações pelas pessoas mas também em seus estilos de vida, modos de pensar e até visões de valores. Por esta razão, o conteúdo na Internet é de grande importância.

O criador da World Wide Web, o cientista britânico Tim Berners-Lee, expressou uma vez sua decepção quanto à situação atual da Internet, onde dados privados são revelados e sentimentos de ódio são divulgados. Ele disse que a atual Internet não é o que ele esperava. “Se publicamos algo positivo e cheio de carinho no Twitter, provavelmente isto desaparecerá. Mas se for algo odioso, será repostado de modo rápido.” Para ele, nós precisamos de mais amor na transmissão que fazemos pela Internet.

Uma pesquisa feita pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts mostrou que as notícias falsas são 70% mais prováveis de serem repassadas no Twitter do que as histórias verdadeiras. Também leva um tempo seis vezes maior para as histórias verdadeiras atingirem 1.500 pessoas do que para as falsas alcançarem o mesmo público. Além disso, as falsidades atingem um efeito cascata de 10 até 20 vezes mais rápido que fatos.

O professor da University of British Columbia, Taylor Owen, disse que a comunidade internacional deve cooperar de mãos dadas para aperfeiçoar um sistema de administração de Internet ainda mais transparente, justo e ordenado.

Hoje em dia, nós vivemos numa era de grande vitalidade e mudança. Uma cooperação ampla de diversas partes é crucial para construir um sistema de supervisão e administração da Internet. Como disse o presidente chinês, Xi Jinping, a Internet é invisível, mas as pessoas que a utilizam são visíveis. Todos os países compartilham uma comunidade comum nesse espaço cibernético.

Que tipo de rede invisível nós, pessoas visíveis, precisamos? O falecido cientista da área de informática, Michael Dertouzos, nos esclareceu. “Cometemos um grande erro 300 anos atrás quando separamos tecnologia do humanismo. É hora de juntar os dois novamente”. Nessa rede invisível, precisamos de mais confiança entre as pessoas e mais respeito mútuo, igualdade e inclusão entre os diversos países do mundo.

 

Tradução: Li Jinchuan

Revisão: Layanna Azevedo

 

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Tripulação de trem-bala chinês prepara-se para o Festival da Primavera
Tesla inicia construção de fábrica em Shanghai
Pântano de metasequoias em Yunnan
Cidade Proibida realiza exposição comemorativa do Festival da Primavera
Pandas-gigantes se divertem no inverno de Shandong
Lanternas tradicionais são fabricadas para receber Festival da Primavera

Notícias

China promoverá novas medidas para incentivar consumo e ampliar abertura
Chefe Executivo da RAEM recebe novo comandante da Guarnição do Exército chinês
Embaixador chinês reúne-se com alto oficial do Itamarty no Brasil
Palestina pede à ONU que impeça Israel de construir assentamentos judaicos
Dois acadêmicos ganham mais alto prêmio de ciência e tecnologia da China
Houthis dizem ter dialogado com enviado especial da ONU sobre cessar-fogo