Idosos levam boa vida em lar inteligente na província de Anhui

Published: 2018-08-16 18:09:28
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Idosos levam boa vida em lar inteligente na província de Anhui

A cidade de Hefei, na China, capital da província de Anhui, inaugurou em 2017 o primeiro lar de idosos inteligente no país, o Jing'an Yangqinyuan. Assim, a cidade respondeu ao chamado do governo chinês para impulsionar o desenvolvimento da indústria de cuidado geriátrico de maneira ao mesmo tempo inteligente e saudável.

Qu Zhilan, de 86 anos de idade, era militar do Exército Voluntário do Povo Chinês dos anos 50 do século passado. Ela mora agora neste lar de idosos, e diz estar muito feliz.

“Acho que aqui é tudo bem normal. A vida é muito livre e regular. Posso pedir a comida que gosto e me sinto bem cuidada. Só aproveito a vida, não preciso fazer nada nem sequer pensar muito.”

Na realidade, o Jing'an Yangqinyuan começou a funcionar em 2011. Em 2017, com a adoção de novas tecnologias e informática, como a computação em nuvem e Big Data, ele se tornou o primeiro lar de idosos inteligente da China. A chefe da entidade, Cai Mei, diz aprovar as novas tecnologias.

“Sob o contexto da Internet+ e cuidado geriátrico de inteligência, o Yangqinyuan aplica a internet das coisas, computação em nuvem, Big Data e outras tecnologias avançadas para oferecer serviços personalizados aos idosos. Além disso, realiza administração científica e serviços de inteligência.”

O lar de idosos conta com o apoio tecnológico da empresa IFLYTEK, uma das maiores plataformas de inteligência da China.

Em março de 2017, a senhora Qu Zhilan decidiu morar no Jing'an Yangqinyuan após recomendação dos conhecidos. Antes de se mudar, o lar de idosos realizou uma avaliação completa sobre a saúde dela e criou um arquivo eletrônico e plano de serviços.

A máquina de supervisão de saúde oferece diariamente dados da pressão arterial, taxa de glicose e eletrocardiograma, entre mais de 20 itens. Além disso, Qu Zhilan usa a pulseira inteligente e outros equipamentos que podem monitorar em tempo real a qualidade do sono e outros aspectos de sua saúde. Se houver algum problema, os enfermeiros são imediatamente informados.

Apenas dez dias depois de chegar ao Jing'an Yangqinyuan, Qu Zhilan chamou seu marido para se juntar a ela. As instalações completas e inteligentes fazem com que os dois se sintam muito felizes. O custo mensal é 7 mil yuans para o casal. Mas Qu Zhilan acha que vale a pena. “Trabalhamos muitos anos, agora é o momento para gozar a vida”, diz.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Mar de flores de Luoping, na província de Yunnan
Semana de Moda em Nova York
Museu de Go (Weiqi) em Luoyang
Laboratório Conjunto de Clima Espacial Brasil-China
Museu Nacional exibe 120 relíquias culturais de Shaanxi
Cenário noturno na rua Xibu de cidade Zhangjiajie, na província de Hunan

Notícias

Fundo China-África traz investimentos a países do continente africano
Japão sofre perdas com terremoto de 6.7 graus em Hokkaido
Ministro cabo-verdiano afirma que país espera participar da iniciativa Cinturão e Rota
China caminha para se enquadrar como um país inovador até 2020
Terremoto de magnitude 6,7 ocorre em Hokkaido, no Japão
Dois documentos de consenso são anunciados no Fórum de Cooperação China-África