Putin concede entrevista exclusiva ao Grupo de Mídia da China

Published: 2018-06-06 19:31:52
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Putin concede entrevista exclusiva ao Grupo de Mídia da China

Antes de viajar à China para participar da Cúpula da Organização de Cooperação de Shanghai (OCS) e realizar uma visita oficial ao país, o presidente russo, Vladmir Putin, concedeu no dia 31 de maio, no Kremlin, uma entrevista exclusiva ao presidente do Grupo de Mídia da China, Shen Haixiong.

“A Vossa Excelência presidente Putin, muito obrigado por receber a minha entrevista.”

Foi a primeira vez que Putin concedeu entrevista a uma mídia estrangeira desde que retomou o cargo de presidente russo em maio, e também a primeira vez que Putin concedeu uma entrevista exclusiva à imprensa chinesa no Kremlin. Em primeiro lugar, Putin cumprimentou o povo chinês e desejou muita felicidade a todas as famílias chinesas.

O líder russo disse que a Rússia considera a China como uma parceira, aliada e amiga confiável. Como dois países vizinhos, a Rússia e a China estabeleceram uma relação única no mundo de hoje, disse Putin, lembrando também que o Acordo de Boa Vizinhança China-Rússia assinado em 2001 é o alicerce para as relações bilaterais.

“O que é mais importante, segundo o indicado pelo presidente Xi Jinping no seu discurso feito no 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China? É melhorar a vida do povo. Para a Rússia também, não temos outros objetivos além de elevar o nível de vida dos nossos cidadãos. Devemos aproveitar as inovações modernas, economia digital, tecnologias genéticas, a sociedade harmoniosa e a administração econômica para impulsionar as relações sino-russas e garantir a nossa segurança externa. Temos muitos interesses comuns e acho que se trabalharmos, teremos mais êxitos.”

Este ano coincide o quinto aniversário do lançamento da iniciativa “Cinturão e Rota”. Em maio de 2015, os líderes da China e da Rússia assinaram uma declaração conjunta, decidindo acoplar o Cinturão e Rota com a estratégia russa Aliança Econômica Europa-Ásia. Nos últimos três anos, os dois países alcançaram muitos frutos cooperativos nas áreas de energias, transporte, aeroespaço, entre outras.

Putin avaliou positivamente a iniciativa “Cinturão e Rota”, dizendo que é uma ideia benéfica e promissora. Ele enfatizou que a Rússia apoia sempre esta iniciativa e no ano passado, o valor total das exportações e importações entre a Rússia e a China atingiu US$ 87 bilhões. Essa tendência de crescimento deve ser mantida, disse Putin.

A Cúpula da Organização de Cooperação de Shanghai ocorrerá em breve em Qingdao, leste da China. Será a primeira cúpula da OCS após sua expansão. Ao prever o evento, Putin disse que após a adesão de novos países membros, a OCS já se tornou uma organização global. Ele tem plena confiança quanto à perspectiva de desenvolvimento da organização.

“O nosso objetivo não é confrontar outros países, mas sim garantir a nossa segurança e oferecer as condições necessárias para as cooperações entre nós e outros países, independentemente de onde estes ficam. Unir as forças de mais países é um fator importante para o nosso desenvolvimento e também é positivo para a situação mundial.”

A convite do presidente chinês, Xi Jinping, Putin realizará um visita de Estado à China antes de participar da Cúpula da OCS. Desde 2013, os dois chefes de Estado já se encontraram mais de vinte vezes. Na entrevista, Putin falou muitos detalhes interessantes nos contatos com o velho amigo Xi Jinping. Ele lembrou que Xi Jinping é o único chefe de Estado do mundo que lhe parabenizou pelo seu aniversário. Naquele dia, eles tomaram Vodka e comeram presunto. Para Putin, Xi Jinping é um bom parceiro de cooperação e um amigo confiável.

“Naquele dia, depois dos trabalhos, Xi Jinping participou da minha festa de aniversário. Ele é muito simpático e honesto, além de ser um parceiro confiável. Como muitos líderes de outros países, ele procura sempre o maior sucesso nos trabalhos e a felicidade de seu próprio povo. Ele é uma pessoa que gosta de analisar questões, por isso, é muito interessante trocar opiniões com ele sobre as questões internacionais e econômicas.”

Ao participar da Cúpula do G20 em 2016 em Hangzhou, Putin deu uma caixa de sorvetes ao presidente Xi Jinping. Qual é o presente que Putin dará ao líder chinês desta vez? Putin disse que é segredo.

O presidente do Grupo de Mídia da China, Shen Haixiong, revelou que antes de fazer esta entrevista, a Rádio Internacional da China realizou uma interação com os internautas, que se chama “quem são os fãs de Putin”. E mais de 10 milhões de internautas chineses participaram da atividade e fizeram muitas perguntas engraçadas.

“Quem vai ganhar a Copa?”

“É difícil adivinhar. Muitos times são competitivos. Na América Latina, o Brasil e a Argentina são favoritos. A Alemanha e a Espanha também têm chances.”

“Qual é seu futebolista favorito?”

“Entre os jogadores russos, incluindo os da União Soviética, eu gosto mais de Lev Yashin. Pelé é o craque estrangeiro que gosto mais. Admiro Diego Maradona também.”

“Quais são os esportes que a Vossa Excelência pratica agora, e quanto tempo faz fitness diariamente?”

“Faço fitness todos os dias, por duas horas. Treino com aparelhos de musculação, nado, e algumas vezes pratico Judô em Tatame. Joguei também hóquei no gelo, mas ainda não posso dizer que sei como jogar. Estou aprendendo.”

Durante a entrevista, Putin falou também sobre as relações entre a Rússia e os países ocidentais, a situação da Península Coreana e outras questões internacionais. Sobre as sanções aplicadas pelos países ocidentais à Rússia, Putin disse que todas as restrições ilegais e as políticas que prejudicam o desenvolvimento econômico do mundo devem ser eliminadas. Ele espera a normalização das relações com os países ocidentais. Quanto à questão da Península Coreana, o presidente russo disse que a Rússia tem uma posição muito semelhante, ou até igual, à China, ou seja, a desnuclearização da Península e o fim da tensão na região.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Floresta de bambu no sul da província Sichuan
Milhões de estudantes chineses participam do Gaokao 2018
Paisagens noturnas de Qingdao
Ponte suspensa iluminada torna-se atração local em Nanjing
Shannan: Habitat para macacos selvagens
Fotos aéreas da Cachoeira Hukou do Rio Amarelo em Shaanxi

Notícias

China e Rússia impulsionam relações para um nível mais alto
OCS realizará sua primeira cúpula após a expansão
Portugal sedia Seminário Temático sobre Cinturão e Rota com foco na mídia
Centro de Imprensa da Cúpula da OCS é caracterizado pela alta tecnologia
FAO realiza exposição para divulgar experiências da China na redução da pobreza
Incêndio atinge hotel cinco estrelas em Londres