Brasil aprofunda cooperação em serviços com China na Feira de Beijing

Fonte: CRI Published: 2018-05-31 20:27:18
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A 5ª Feira Internacional para Comércio de Serviços da China (CIFTIS), também conhecida como Feira de Beijing, é realizada neste ano entre os dias 28 de maio e 1º de junho, em Beijing. O Brasil é o país homenageado deste ano. Em cerimônia de abertura do pavilhão do Brasil, realizada no dia 28, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do país, Marcos Jorge de Lima, afirmou que a China e o Brasil possuem amplo espaço na cooperação do comércio de serviços.

Nos últimos anos, os governos da China e do Brasil têm valorizado o intercâmbio e as cooperações nos serviços. Em 2016, o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil (MDIC) e o Ministério do Comércio da China assinaram o Memorando de Entendimento para Cooperação em Comércio de Serviços. Foram incluídas no documento colaborações nas áreas como informática, transporte, turismo, terceirização de serviços, consultoria e medicina tradicional chinesa, entre outras.

No ano passado, os dois países fecharam o Plano de Ação de Dois Anos para o MoE. No plano, foram destacados setores como arquitetura, consultoria, construção, informática, comércio eletrônico e automatização de bancos, turismo, cultura e medicina tradicional chinesa. Lima discursou sobre a importância das relações comerciais bilaterais.

“Nós estamos aumentando as nossas trocas de serviços desde 2016, quando o ministro, Marcos Pereira, esteve aqui assinar o memorando de entendimento, o que está nos possibilitando ser o país homenageado nesta edição da CIFTIS. Então, saio daqui com a certeza e a convicção de que nós estaremos ampliando as nossas trocas de serviços com a China. Esta vinda faz parte da nossa estratégia, de levarmos o Brasil para o mundo, que tem sido orientada pelo presidente Temer. E nós estamos ampliando as nossas exportações e serviços. É fundamental e estratégico para o Brasil, sobretudo para a China, onde temos um comércio muito forte de bens, o nosso principal parceiro comercial e serviços.”

O Brasil enviou uma delegação robusta para participar da Feira de Beijing de 2018. O grupo, coordenado por Lima, traz o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, oficiais de governos federais e estaduais, assim como empresários. Diferentes sessões de promoção serão realizadas durante a feira.

O Dia do Brasil, no dia 29, demonstrou a importância dos serviços para as relações sino-brasileiras. Além disso, a sessão de promoção de oportunidades de investimento do Brasil foi realizada nesta quinta-feira (31). Segundo o secretário-executivo do MDIC, Douglas Ferreira, o país tem três aspirações na Feira de Beijing.

“O primeiro é ampliar a exportação dos serviços brasileiros. É por isso que hoje no Brazilian Day estamos fazendo apresentação de várias empresas brasileiras, algumas que já operam aqui, outras que têm potencial também para começar os serviços com a China. O segundo ponto é atração de investimento pelo Brasil, muito relacionada ao turismo. Então, a gente tem grandes projetos como resorts e infraestrutura turística no Brasil, os projetos que estão prontos e maduros para receber o investimento chinês. E o terceiro ponto é trazer um pouco da cultura brasileira também para cá.”

Tradução: Joaquina Hou

Revisão: Rafael Fontana

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Lago Tai adquire coloração amarela devido ao excesso de algas
Biblioteca em pousada atrai turistas em Zhejiang
Robôs-bombeiro em utilização em Hangzhou
Vista noturna de Qingdao
Aviário com mais de 600 araras e papagaios abre no Zoológico de Chongqing
Competição de passeio em corda esticada foi realizada na Montanha Tianmen

Notícias

Xi Jinping e crianças
Incêndio no Canadá mata uma estudante chinesa e deixa outros feridos
Festival de arte dos países da OCS é inaugurado em Beijing
Entrega rápida na China foca em menos embalagem e mais desenvolvimento verde
China exorta aos EUA a serem fiéis às suas palavras
Ataque terrorista deixa quatro mortos e dois feridos na Bélgica