Inovação tecnológica contribui para o desenvolvimento de Shenzhen

Published: 2018-05-22 17:43:18
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

 

No início de sua criação, 30 anos atrás, a cidade de Shenzhen não tinha nenhuma universidade ou instituto de pesquisa científica. Em 2017, o investimento na área ocupou mais de 4% do seu PIB, ficando em nível avançado no mundo. Mais de 10 mil empresas de alta tecnologia nacionais foram criadas em Shenzhen, contribuindo com 30% do PIB da cidade.

He Jiankui, professor-associado da Universidade do Sul da Ciência e Tecnologia, é também o fundador de uma empresa tecnológica de Shenzhen. Ele criou a companhia que produz equipamento de teste genético há seis anos e conseguiu fabricar no ano passado o avançado sequenciador de genes de terceira geração, o primeiro na Ásia. He Jiankui disse que sua empresa tem a completa propriedade intelectual desse equipamento.

“Beneficiando pelas políticas preferenciais da nossa universidade, nós criamos a empresa Hanhai, focando na pesquisa do sequenciador de genes de terceira geração. A 4ª rodada de capital de risco na nossa empresa foi concluída duas semanas atrás com um investimento de 218 milhões de yuans. Vamos estabelecer em breve uma linha de produção do equipamento, em Shenzhen.

Segundo ele, o custo para testes genéticos será reduzido de mil dólares para cem dólares, após a produção em massa. No futuro, os testes genéticos serão acessíveis para os hospitais básicos na China e do mundo inteiro. Desta forma, mais e mais pessoas serão beneficiadas por essa tecnologia, disse He Jiankui. Sua utilização terá uma influência profunda para a prevenção de câncer, a medicina personalizada e o controle de epidemia.

O professor Chen Ning criou sua empresa em Shenzhen em 2014. Atualmente, seu sistema dinâmico de reconhecimento facial é capaz de destingir o alvo entre 100 milhões de imagens faciais dentro de segundos. O sistema ajudou a polícia a resolver mais de quatro mil crimes, incluindo encontrar crianças e idosos perdidos. Chen Ning disse que Shenzhen é o berço do seu negócio.

“Tivemos sorte em escolher Shenzhen como o nosso ponto de partida. Porque a cidade oferece um ambiente aberto e inclusivo para inovação. Conseguimos resultados notáveis aqui graças às regras transparentes. Esse é um ambiente preferido para os talentos tecnológicos que querem criar seu empreendimento.”

O diretor do Comitê Municipal do Partido Comunista da China, em Shenzhen, Wang Weizhong, disse que o número de profissionais de diversos setores ocupou 40% da população total da cidade. O investimento de Shenzhen em pesquisas científicas fica em um nível mais avançado no mundo.

“O investimento nas pesquisas científicas em Shenzhen ocupou 4,13% do PIB local. O número de pedidos de patente no ano passado superou 20 mil, o maior da China. A cidade possui 11,2 mil empresas de alta tecnologia a nível nacional.”

Wang Weizhong disse que a inovação será a principal estratégia no futuro desenvolvimento de Shenzhen.

 

Tradução: Li Jinchuan

Revisão: Diego

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Festival das flores: Chelsea Flower Show
10,000 visitantes compartilham tofu de 3,5 toneladas
Começou a Semana de Ciência e Tecnologia em Beijing
Parada de Dança de Nova York
Linda paisagem do vale Jiuzhaigou no verão
A maior roda gigante sem aros centrais do mundo aberta ao público

Notícias

Chanceler chinês pede multilateralismo e melhoria da governança global
Solução da disputa comercial entre China e EUA promove economia mundial
China e Reino Unido manterão intercâmbio estreito
Wang Yi encontra-se com chanceler da Alemanha
Wang Yi participa da reunião de chanceleres do G20
Pequena vila de pesca testemunha desenvolvimento de Shenzhen