Comércio exterior da China torna-se mais equilibrado em abril

Published: 2018-05-08 19:32:41
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Dados divulgados hoje (8) pela Administração Geral das Alfândegas (AGA) da China mostram que, em abril, o valor total das importações e exportações da China totalizaram 2,36 trilhões de yuans, um aumento de 7,2%. O superávit comercial foi de 182,8 bilhões de yuans. Especialistas afirmaram que o comércio internacional da China se tornou mais equilibrado.

Em abril, o valor total das importações e exportações da China continuou a crescer. As exportações aumentaram 1,27 trilhão de yuans, um aumento de 3,7%, enquanto as importações alcançaram 1,09 trilhão de yuans, um aumento de 11,6%. O vice-diretor do Instituto de Mercados Internacionais da Academia de Comércio Internacional e Cooperação Econômica da China, Bai Ming, disse que os resultados conquistados demandaram esforços profundos.

"Em abril, o crescimento do comércio internacional se manteve dentro de um intervalo moderado. O crescimento das exportações foi um pouco mais lento, em contraste com o crescimento mais rápido das importações. A economia mundial está se recuperando gradualmente, mas ao mesmo tempo o protecionismo comercial está muito acentuado, nossas exportações estão realmente sob pressão. Neste ano, o renminbi se valorizou significativamente em comparação com o mesmo período do ano passado, por isso não é fácil para as exportações

alcançarem esse crescimento".

Os dados também mostram que as importações e exportações da China para os principais parceiros comerciais continuam a crescer. Entre eles, as taxas de crescimento das importações e exportações com alguns países ao longo do Cinturão e Rota são mais rápidos. Nos primeiros quatro meses deste ano, a União Europeia, os Estados Unidos e a ASEAN continuam sendo os três principais parceiros comerciais da China. O diretor da Divisão de Estatísticas Integradas da Administração Geral das Alfândegas da China, Huang Songping, abordou essa dinâmica.

"Desde que a iniciativa do Cinturão e Rota foi apresentada, a cooperação econômica e comercial entre a China e os países ao longo das rotas continuou a se aprofundar. Este ano, sua taxa de crescimento comercial é maior do que o nível geral de importações e exportações da China".

Nos últimos meses, o superávit comercial da China continuou a mostrar uma tendência de estreitamento. O vice-diretor do Instituto de Comércio Exterior da Academia de Comércio Internacional e Cooperação Econômica da China, Liang Ming, afirmou que o movimento mostra que as importações e as exportações da China priorizaram o desenvolvimento equilibrado.

"Atualmente, estamos dando mais atenção ao desenvolvimento equilibrado das importações e exportações. No ano passado, aumentamos nossos esforços na importação. E ao mesmo tempo, estamos preparando a exposição de importadora, que será realizada em novembro. A reunião do Birô Político do Comitê Central do Partido Comunista da China propôs no mês passado medidas para expandir a demanda doméstica, solicitando maior expansão da escala de importações. Acho que o superávit tende a ficar menor".

Tradução: Cecília Ma

Revisão: Rafael Fontana

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Ponte de Yachihe na autoestrada Guiyang-Qianxi
Bolos e doces em formas vivas
Homens idosos tornam-se célebres com fotos de moda
Prédios assemelham-se a pilhas de livros em Wuhan
Exibição sobre cultura de Dunhuang realizada em Shanghai
Novas fotos da atriz Qin Hailu

Notícias

Comércio exterior da China torna-se mais equilibrado em abril
Jovens latino-americanos visitam o Comitê Central da Liga da Juventude Comunista da China
Premiê chinês pede medidas concretas para reforçar relação entre a China e a Indonésia
BFSU sedia 7ª edição do Festival da Canção em Língua Portuguesa
Perspectivas de cooperação entre China e Área Leste da ASEAN são amplas
Delegação da província de Jiangxi visita o Rio de Janeiro