China se beneficiará da abertura do mercado automobilístico

Fonte: CRI Published: 2018-05-03 21:14:02
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A China eliminará gradualmente os limites à participação acionária dos investidores estrangeiros na área automobilística e baixará de forma notável as tarifas sobre a importação de veículos. As medidas preferenciais anunciadas recentemente pelo governo chinês receberam muita atenção mundial. Os que operam no setor afirmam que a ampliação da abertura na indústria automobilística beneficiará o desenvolvimento global, além de incentivar a transformação e atualização das empresas chinesas.

Na conferência anual do Fórum de Boao para a Ásia 2018, realizado no mês passado, o presidente chinês, Xi Jinping, anunciou uma série de políticas de abertura, acelerando seu ritmo. O porta-voz do Ministério da Indústria e Informatização da China, Chen Yin, também prometeu reduzir o limite do acesso ao mercado da indústria automobilística.

“A China retirará os limites de propriedade estrangeira para empresas que fabricam veículos totalmente elétricos e híbridos em 2018, para fabricantes de veículos comerciais em 2020 e para o mercado de automóveis mais amplo em 2022. Além disso, o país também vai cancelar o padrão de que uma companhia estrangeira não pode estabelecer mais de duas joint-ventures na China.”

As novas políticas mostram o caminho da China em expandir a abertura da indústria automobilística, e esclarecem um período de transição. Segundo os especialistas, a ampliação da abertura é uma opção ativa para concretizar a prosperidade comum. O analista no setor, Jia Xinguang, deu sua opinião.

“Até o momento, não dominamos uma tecnologia essencial. Também não possuímos condição para desenvolver a plataforma de pesquisa. Os veículos de nova energia são uma direção de desenvolvimento futuro. O protecionismo não ajuda a melhorar a competitividade. Devemos promover a abertura do mercado e incentivar o crescimento das empresas chinesas através da competição. As novas medidas demonstram ao mundo a determinação da China em continuar impulsionando a Reforma e Abertura.”

Os dados mostram que a China foi líder mundial na produção e venda de automóveis por nove anos consecutivos. A venda de veículos da China equivale à soma dos mercados dos EUA, Japão, Alemanha e Reino Unido. Quase todas as principais marcas automobilísticas criaram joint-ventures na China. Por outro lado, algumas grandes empresas chinesas também entraram no mercado internacional através de fusão e aquisição.

Segundo o vice-secretário-geral da Associação de Concessionárias de Automóveis da China, Luo Lei, a indústria automobilística teve grande desenvolvimento em competição de mercado.

“Através de duas décadas de desenvolvimento, a indústria automobilística chinesa venceu muitas dificuldades e dominou a tecnologia de fabricação de veículos. Além disso, a China está acelerando sua própria pesquisa e desenvolvimento nesta área, possuindo a propriedade intelectual dos programas principais.”

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Primeiro Centro da NBA foi aberto ao público
Paisagem da Montanha Taishan
Museu de Aviação da China
Novo parque temático foi inaugurado na China
Geoparque da Montanha Dabie de Huanggang
Exibição Automotiva Internacional de Beijing

Notícias

Especialistas avaliam relação diplomática entre China e República Dominicana
Chefe da ONU condena ataque terrorista contra Comissão Eleitoral na Líbia
Xi Jinping discursará na comemoração do 200º aniversário do nascimento de Karl Marx
Xi Jinping inspeciona Universidade de Beijing
Porta-voz da China diz que relações diplomáticas com República Dominicana não resultam de transação
Especialistas veem mais oportunidades de cooperações entre China e República Dominicana após o estabelecimento das relações diplomáticas