Cresce satisfação dos chineses com a proteção da propriedade intelectual

Fonte: CRI Published: 2018-04-26 18:01:46
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

 

Os chineses estão cada vez mais satisfeitos com o trabalho de proteção da propriedade intelectual executado no país, revelou hoje (26) o relatório de pesquisa divulgado pelo Escritório Estatal de Propriedade Intelectual da China.

O documento, divulgado exatamente no Dia Mundial de Propriedade Intelectual, é o primeiro documento do gênero feito pelas autoridades chinesas. O diretor do departamento de coordenação do escritório, Zhang Zhicheng, disse que a satisfação social referente ao trabalho de proteção intelectual da China no ano passado foi de 76,69 pontos, um aumento de 4,31 pontos em ralação ao ano anterior. Para ele, trata-se de um progresso notável.

“O relatório mostra que as medidas que o país tem aplicado nesses anos geraram resultados positivos. Medidas como o reforço da aplicação da lei na proteção da propriedade intelectual, e especialmente a criação de um tribunal especial dessa área, foram bem acolhidos pela sociedade. No entanto, muitos chineses ainda não estão satisfeitos com a compensação por violação da propriedade intelectual e com as falsificações.”

Segundo o documento, empresas de joint-ventures e de capitais estrangeiros apresentaram uma satisfação mais alta que as companhias privadas da China. Para Zhang, isso indica que as empresas de capital estrangeiro possuem uma maior capacidade na utilização e na proteção da propriedade intelectual.

No mesmo dia, o escritório divulgou também o plano sobre a reforma de registro de marca. O vice-diretor responsável pelo registro de marca do escritório, Chen Wentong, disse que, atualmente, o prazo de revisão do registro de marca é de oito meses, que será reduzido para apenas quatro meses até 2020.

“No final de 2018, o prazo de revisão do registro de marca será de seis meses, mais rápido que o nível médio entre os países membros da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico). Até 2020, o prazo será ainda mais curto. Todo o processo, incluindo o registro de marca e a revisão de registro internacional, poderá ser concluído dentro de quatro meses.”

O Escritório realizou hoje uma atividade aberta ao público. O diretor da entidade, Shen Changyu, fez uma apresentação aos presentes sobre o futuro trabalho da proteção intelectual.

“O Escritório Estatal de Propriedade Intelectual vai elaborar mais documentos específicos para orientar nossas empresas na proteção da propriedade intelectual. Esperamos que as companhias chinesas, sejam grandes ou pequenas, destaquem mais a inovação independente e se esforcem para criar mais produtos com nossa propriedade intelectual.”

 

Tradução: Li Jinchuan

Edição: Rafael Fontana

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Qual é o primeiro passo para ser um criador de pandas?
Atividade do Dia Espacial da China é realizada em Harbin
China apresenta design para trens-bala inteligentes no percurso Beijing – Zhangjiakou
Distrito afetado pelo Terremoto de Wenchuan enriquece-se através da plantação de flores
Vista aérea de vias expressas em Hunan
As belas cenas primaveris na Cidade Proibida

Notícias

Feira Auto China 2018 é inaugurada em Beijing
Indústria e telecomunicações da China mantêm estabilidade no 1º trimestre
Acidente de carro mata três turistas chineses no Egito
Quinto Festival de Música Militar da OCS é inaugurado em Beijing
Wang Yi preside Reunião dos Chanceleres da Cooperação de Shanghai
Ação contra ZTE não obstrui avanço de alta tecnologia na China, diz especialista