Xi Jinping anuncia medidas de alargar abertura da China

Published: 2018-04-10 16:26:46
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A conferência anual do Fórum de Boao para a Ásia 2018 foi aberta hoje (10), em Boao, província insular de Hainan, sul da China. Na abertura, o presidente chinês, Xi Jinping, proferiu um discurso anunciando uma série de medidas marcantes para alargar significativamente o acesso ao mercado. Salientou que a China irá melhorar o ambiente de aplicação para investidores estrangeiros, fortalecerá a proteção dos direitos de propriedade intelectual e expandirá as importações.

Este ano marca o 40º aniversário da Reforma e Abertura. O líder chinês afirmou que a Reforma e Abertura, como a segunda revolução da China, influenciam profundamente o mundo.

"A integração à Organização Mundial do Comércio, a implementação da iniciativa do Cinturão e Rota e a resposta positiva à crise financeira internacional demonstram as responsabilidades da China como um grande país. A contribuição do país para o crescimento econômico mundial já superou 30%, se tornando um principal motor e estabilizador para o crescimento da economia global."

Xi Jinping assinalou que o país completará a revisão da lista negativa de investimento estrangeiro no primeiro semestre do ano e implementará em todos os aspectos um sistema de administração com base no pré-estabelecimento do tratamento nacional e da lista negativa.

"Iremos promover o alinhamento com regras econômicas e comerciais internacionais, aumentaremos a transparência, fortaleceremos a proteção de direito patrimonial, encorajaremos a competição e nos oporemos ao monopólio. A China está reinstituindo a Administração Nacional de Propriedade Intelectual neste ano para intensificar a aplicação da lei, aumentar significativamente o custo para os infratores, e irá liberar totalmente o efeito dissuasivo das leis relevantes."

De acordo com o presidente chinês, a China não buscará o superavit comercial e tem uma vontade genuína de aumentar importações e alcançar um maior equilíbrio de pagamentos internacionais sob a atual conta.

"A China baixará de forma notável as tarifas sobre a importação de veículos, reduzirá as taxa de alguns outros produtos neste ano. O país se esforçará para importar mais produtos que sejam competitivos e necessários ao povo."

Xi Jinping afirmou que a Iniciativa do Cinturão e Rota pode ser uma ideia da China, mas suas oportunidades e resultados beneficiarão todo o mundo. O país não tem nenhum cálculo geopolítico, não busca nenhum bloco de exclusão e nem impõe nenhum acordo comercial aos outros.

"Deve-se assinalar que, como a Iniciativa do Cinturão e Rota é um projeto novo, é perfeitamente natural haver opiniões diferentes durante a cooperação. Desde que as partes adotem princípio de consultas extensas, contribuição conjunta e benefícios compartilhados, poderemos promover seguramente a cooperação e resolver as diferenças. Deste modo, podemos tornar a Iniciativa do Cinturão e Rota uma plataforma mais ampla para a cooperação internacional mantendo a tendência de globalização econômica e para o maior benefício de todos os nossos povos."

Tradução: Cecília Ma

Revisão: Diego Garcia Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Jato fabricado na China completa teste de voo com ventos cruzados
Amadores do Tai Chi praticam numa floresta de árvores de pêra
Vila Bo'ao
Museu Nacional de Alexandria, Egito
Um ginásio especial em Chengdu
Visite grandes buracos naturais na terra em Yunnan

Notícias

Xi Jinping anuncia medidas de alargar abertura da China
Xi Jinping profere discurso temático na abertura da conferência anual do Fórum de Boao para a Ásia 2018(atualizado)
Ásia seguirá liderando crescimento global por mais 20 anos, dizem especialistas
Xi’an sedia Fórum do Povo da Organização de Cooperação de Shanghai
Oito convidados discursam durante a Cúpula de Líderes de Mídia para a Ásia
Fórum Boao para a Ásia publica três relatórios sobre economia