Lucros das empresas estatais aumentam devido à reforma da China nos últimos cinco anos

Published: 2017-09-28 20:58:11
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O Gabinete de Informação do Conselho de Estado da China realizou hoje (28) uma conferência de imprensa em Beijing, na qual foram apresentados os êxitos obtidos pelas reformas nas empresas estatais nos últimos cinco anos.

O diretor da Comissão de Supervisão e Administração de Ativos Estatais do Conselho de Estado, Xiao Yaqing, informou na reunião que nos últimos cinco anos, as medidas importantes obtiveram contínuos avanços nas questões destacadas.

 

“As reformas de classificação nas empresas centrais foram promovidas globalmente. Temos 10 pontos de teste das reformas, onde adquirimos experiências que podemos imitar no futuro. Mais de 90% das empresas estatais foram transformadas em corporações, e também 92% das filiais das empresas centrais. As reformas de propriedade mista se realizam constantemente. Mais de dois terços das empresas centrais introduziram os capitais sociais, e estão promovendo a diversificação de ações. Através da integração e reorganização, a estrutura da distribuição dos ativos estatais está sendo aperfeiçoada.”

 

Desde o 18º Congresso Nacional do Partido Comunista da China, a Comissão tem promovido firmemente a otimização estrutural e a integração e reorganização, concluindo a reorganização de 34 empresas estatais, tais como CSR, CNR, Baosteel, WISCO e COSCO. Ao mesmo tempo, estabeleceu 2 empresas, ou seja, Aero Engine Corporation of China (AECC) e China Tower, e reajustou o número de empresas estatais para 98.

Nos últimos anos, com o aprofundamento das reformas, o mecanismo de comercialização está cada vez mais aperfeiçoado. É possível ver nas empresas estatais que a capacidade de controle dos conglomerados está aumentando, e a qualidade, eficiência, vitalidade do desenvolvimento e força motriz das empresas estão crescendo.

 

“Até o final de 2016, o ativo total das empresas centrais chegou a 50,5 trilhões de yuans, correspondendo a um aumento de 80% em comparação com o volume de 5 anos atrás. Na área de eficiência, o volume dos últimos 5 anos atingiu 64 mil yuans, sendo um aumento de 30,6% em comparação com 5 anos atrás. Além disto, os impostos pagos chegaram a 10,3 trilhões de yuans, também cresceram 63,5%.”

 

Segundo as estatísticas, o desenvolvimento das empresas centrais de janeiro a agosto manteve-se positivo. A sua receita operacional cresceu 15,7% em comparação com o mesmo período do ano passado, e o lucro total cresceu 17,3%. Ambos os números são os mais altos na história.

Xiao Yaqing ainda apontou que a proporção de dívida das empresas centrais foi estável nos últimos 5 anos, e as suas dívidas são geralmente controlávéis.

 

“O rácio de dívida das empresas centrais no final de 2016 foi 66,7%. De uma perspectiva global, o número foi razoável. O rácio de dívida manteve-se estável nos últimos 5 anos,  aumentou apenas 0,4% de 2012 a 2016. Por isso, os riscos de dívida das empresas estatais hoje são controláveis.”

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Linda paisagem do vale Jiuzhaigou no verão
A maior roda gigante sem aros centrais do mundo aberta ao público
Um prédio tornou-se popular nas redes sociais chinesas
Capela de São Jorge no Castelo de Windsor
Semana de Moda de Graduados da China
Parque Florestal Nacional do Mar Amarelo em Jiangsu

Notícias

Chanceleres chinês e espanhol participam de entrevista coletiva
Exibição Internacional de Filmes e Programas de Televisão da China é aberta em Beijing
Empresas de filmes e TV promovem divulgação da cultura chinesa no exterior
Oficial da Embaixada do Sri Lanka na China espera assistir mais obras chinesas em cingalês
Han Zaihe confirma alta complementaridade da indústria de Cinema e Televisão entre a China e a Coreia do Sul
Wang Yi destaca três oportunidades para aprofundar parceria sino-francesa