​Comentário: Missão chinesa a Marte beneficiará toda a humanidade

Published: 2020-07-23 21:51:41
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A primeira sonda chinesa a Marte, “Tianwen-1”, foi lançada com sucesso nesta quinta-feira (23) no Centro de Lançamentos Espaciais de Wenchuang, na costa da província de Hainan, sul do país.

Trata-se de um avanço na história espacial chinesa e uma novidade mundial, pois a sonda “Tianwen-1” pode realizar sozinha várias tarefas, desde orbitar e pousar no planeta, até efetuar viagens e medições exploratórias em sua superfície. As missões anteriores a Marte feitas por outros países e organizações internacionais como Estados Unidos, antiga União Soviética, Japão, Índia e Agência Especial Europeia (ESA) foram realizadas em vários passos.

A primeira missão chinesa a Marte baseia-se em tecnologias já desenvolvidas pela China em outros projetos espaciais, como a sonda lunar “Chang’e”, o voo espacial tripulado e o sistema de navegação “Beidou”. Em particular, através da missão lunar, a China dominou uma série de altas tecnologias espaciais, como o cálculo das órbitas da Terra, a órbita de um corpo extraterrestre e a aterrisagem e movimentação de um veículo lunar.

As atuais explorações de Marte parecem os primeiros passos de uma longa marcha, pois os seres humanos ainda conhecem muito pouco sobre este planeta. Ainda há um longo caminho a percorrer para explorar seus recursos ou transformá-lo em uma “segunda Terra”. Por causa disso, as explorações de Marte não podem ser medidas por valores econômicos, mas sim, consideradas como uma causa de “bem-estar público para a humanidade”.

A China sempre insistiu em promover intercâmbios e cooperações na exploração espacial com base na igualdade, benefício mútuo, uso pacífico e desenvolvimento inclusivo. A sonda chinesa “Tianwen-1” é equipada com dispositivos oferecidos pela ESA, França e Áustria. Na área de telecomunicações espaciais, a missão chinesa conta com o apoio da Argentina. Pode-se dizer que a missão chinesa a Marte é um modelo exemplar de cooperação internacional.

O objetivo final de todas as missões a Marte é obter novos conhecimentos sobre a origem do cosmos e dos seres vivos na Terra, além de encontrar soluções para os problemas em nosso planeta natal. Diante de um planeta ou mundo bem estranho e distante do nosso, somente compartilhando recursos e reunindo toda a sabedoria é que a humanidade poderá alcançar seu objetivo. Acreditamos que em um futuro próximo, poderemos presenciar mais cooperações internacionais na exploração espacial para obter e compartilhar novos conhecimentos sobre outros mundos, pois no final, os benefícios serão de toda a humanidade.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21