Comentário: Declaração de Xi Jinping indica rumo da cooperação sino-francesa

Published: 2019-11-06 20:53:00
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O presidente chinês, Xi Jinping, reuniu-se nesta quarta-feira (6) em Beijing com seu homólogo francês, Emmanuel Macron. Na ocasião, o líder chinês declarou que a parte chinesa quer trabalhar em conjunto com a parte francesa para avançar ainda mais na parceria estratégica abrangente China-França, “olhando para o mundo, o futuro e a população”, além de manter a parceria na linha de frente das relações entre grandes países.

Essa declaração indica o rumo do desenvolvimento do relacionamento sino-francês, abre uma nova perspectiva para a cooperação bilateral e cria novas oportunidades para o intercâmbio entre os dois povos.

A França é um grande país do Ocidente que estabeleceu desde muito cedo as relações diplomáticas com a China. Por um longo período, as relações sino-francesas têm desempenhado um papel exemplar no relacionamento entre grandes países.

Atualmente, a situação mundial está experimentando uma transformação complexa e profunda diante de “déficits de governança, confiança, paz e desenvolvimento”. Neste contexto, a ideia de “olhar para o mundo, o futuro e a população” proposta por Xi Jinping possui um importante significado tanto para o relacionamento entre a China e a França quanto para as relações sino-europeias e o desenvolvimento e estabilidade mundiais.

“Olhar para o mundo” significa que a China e a França devem reforçar a comunicação estratégica com uma visão global e assumir mais responsabilidades. Como membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, os dois países possuem a mesma posição em muitas questões regionais e internacionais. Levando em consideração os interesses conjuntos do globo, é necessário que a China e a França estreitem a comunicação e a colaboração, defendam o sistema internacional tendo a ONU como núcleo e também emitam sinais positivos de apoio ao multilateralismo e ao comércio livre, além de cultivarem uma economia mundial aberta.

“Olhar para o futuro” significa que a China e a França devem estabelecer novos espaços de cooperação para criar mais oportunidades de desenvolvimento. Os dois países possuem uma forte complementaridade em diversas áreas como energia nuclear, aviação, inovação tecnológica, agricultura e finanças. Durante a visita de Macron à China nestes dias, as empresas chinesas e francesas assinaram 24 contratos. Além disso, as duas partes decidiram esforçar-se para alcançar um acordo de investimento China-Europa. Tudo isso injetará, sem dúvida, mais energia à cooperação sino-francesa e à cooperação sino-europeia.

“Olhar para a população” significa que a China e a França devem aumentar o intercâmbio cultural e interpessoal para fortalecer a amizade entre os povos. Devido à diferença no sistema social e no nível de desenvolvimento, os dois países contam com divergências em alguns aspectos. Por isso, é necessário aprofundar o intercâmbio cultural e interpessoal para eliminar maus entendidos. Conforme o plano, em 2021 os dois países realizarão mutuamente o ano da cultura e turismo, o que estimulará o intercâmbio entre os dois povos.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Oeste em Hangzhou
Festival Internacional de Circo da China realizado em Zhuhai
Reserva Nacional Natural de Wanglang, na província de Sichuan
Cenário de neve no parque Beiling em Shenyang
Panda gigante brinca na neve em Heilongjiang
Paisagem do lago Ruqin no ponto turístico de Lushan em Jiangxi

Notícias

Presidentes da China e do Suriname reúnem-se em Beijing
Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares
Políticos dos EUA difamam a imagem da China com intenções sinistras, disse porta-voz da Chancelaria
Comentário: Investidores globais estão otimistas com o mercado de capitais da China
Compatriotas de Taiwan têm tratamento igualitário em mais setores na parte continental chinesa
Alto funcionário do PCCh critica ato dos EUA sobre Hong Kong