Xi Jinping: China está determinada na ampliação da abertura

Fonte: CRI Published: 2021-11-04 20:55:51
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

No discurso temático por vídeo proferido na cerimônia de abertura da 4ª Exposição Internacional de Importação da China (CIIE, sigla em inglês), o presidente chinês disse que a abertura é a bandeira da China contemporânea. Nos últimos 20 anos desde que a China se integrou à Organização Mundial do Comércio (OMC), ela tem aprofundado a reforma e a abertura, agarrado oportunidades e enfrentado desafios, além de assumir responsabilidades devidas e dar contribuições ao mundo.

A China honrou todos os seus compromissos ao se integrar na OMC e o comércio de mercadorias saiu do 6o lugar no ranking mundial em 2001 para o 1o, e do 21o vinte anos atrás para o 2o no comércio de serviços. Além disso, lidera os países em desenvolvimento no aproveitamento de capitais estrangeiros e está no topo do ranking mundial de investimento direto ao exterior.

A China ainda assume suas responsabilidades devidas com ações concretas. Desde o surto da pandemia de Covid-19, ofereceu à comunidade internacional cerca de 350 bilhões de máscaras, mais de 4 bilhões de roupas de proteção, 6 bilhões de reagentes de teste e 1,6 bilhão de vacinas, promovendo cooperações internacionais na luta contra a pandemia.

Tradução: Li Jing

Revisão: Erasto Santo Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Floresta amarela dourada em Xinjiang
Guangxi: ponte Longmen está em construção
Exposição das obras de papel recortado inaugurada no Museu Nacional de Arte da China
"Livraria Submarina" em Chengdu
Empresas de comércio eletrônico prepara chegada do “Festival de 11 de Novembro”
Show aéreo realizado em Anyang, província de Henan

Notícias

Xi Jinping: China está determinada na ampliação da abertura
Vendas de veículos de nova energia da BYD sobem 249% em outubro
China avançará na modernização agrícola e rural e promoverá revitalização
Maior acordo comercial do mundo entrará em vigor em 1º de janeiro de 2022
Dois acadêmicos recebem maior prêmio de ciência da China
Tomar a China como bode expiatório pelas mudanças climáticas é impreciso