China divulga fatos de que EUA interferem nos assuntos de Hong Kong e apoiam forças anti-China e desestabilizadoras

Published: 2021-09-24 15:46:34
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O Ministério das Relações Exteriores da China divulgou hoje (24) em seu site oficial fatos que mostram a interferência dos Estados Unidos nos assuntos de Hong Kong e seu apoio para as forças anti-China e desestabilizadoras.

Um porta-voz do Gabinete dos Assuntos de Hong Kong, Macau e Taiwan do Conselho de Estado da China anunciou no mesmo dia que sua entidade apoia totalmente a decisão da Chancelaria, que é uma forte resposta à difamação dos EUA sobre a jurisdição do governo chinês em Hong Kong e às sanções aplicadas pelos EUA contra funcionários chineses.

O porta-voz enfatizou que o artigo do Ministério das Relações Exteriores da China revela a hipocrisia dos EUA na democracia, liberdade e direitos humanos, entre outras questões.

Os EUA aplicam padrões duplos e a hegemonia para tentar impedir o desenvolvimento da China. No entanto, as intrigas norte-americanas não conseguirão nenhum sucesso, porque a nova Lei sobre a Salvaguarda da Segurança Nacional em Hong Kong já aperfeiçoou o sistema legislativo local e recuperou a estabilidade e prosperidade da região.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Estudantes aprendem a escovar os dentes de maneira correta
Agricultores chineses celebram o Festival da Colheita
Jardim Yu em Shanghai
Montanha Qilian no outono
Paisagem da Montanha Tianmen na zona turística de Zhangjiajie
Lua cheia em diversos lugares na noite do Festival do Meio do Outono

Notícias

Taiping é pioneiro na erradicação da pobreza na pradaria
Comentário de charge: “Para onde os EUA podem voltar?”
Professor conclui tese de doutorado com ajuda de agricultores
Pescador rumo à vida próspera com mercado turístico agitado em Hainan
Imprensa de Hong Kong: EUA deveriam aprender com a política espacial da China
Xi Jinping propôs iniciativas para desenvolvimento global na Assembleia Geral da ONU