Pescador rumo à vida próspera com mercado turístico agitado em Hainan

Fonte: CRI Published: 2021-09-23 15:26:52
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O antigo pescador Shen Gengfei, de 50 anos, não precisa mais se arriscar nas grandes ondas do alto mar para ganhar o sustento da família. Graças ao veloz desenvolvimento do turismo na ilha tropical de Hainan, no extremo sul da China, ele aproveita a grande movimentação de turistas, tanto domésticos quanto estrangeiros, para empreender no setor de lazer, oferecendo tour de pesca ou de mergulho nas ilhas próximas em seu barco reformado.

Em poucos anos, ele acumulou dinheiro suficiente e comprou um terreno para construir uma casa de 200 metros quadrados à beira mar na cidade de Sanya, principal destino turístico da província de Hainan. “A pesca no mar era um trabalho duro. Se não tiver educação, a vida é rigorosa com você,” contou Shen.

A política de construir Hainan como um centro internacional de consumo e turismo propicia mais possibilidades para os pescadores e agricultores ganharem a vida. Agora, ao conduzir turistas no mar para se divertirem, Shen Gengfei também curte momentos sossegados para desfrutar seus próprios prazeres. “O sonho é que meu filho e minha filha levem essa vida próspera e jamais se preocupem com o sustento”, disse o antigo pescador, sorridente e satisfeito.

Reportagem: Isabel Shi

Edição: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Estudantes aprendem a escovar os dentes de maneira correta
Agricultores chineses celebram o Festival da Colheita
Jardim Yu em Shanghai
Montanha Qilian no outono
Paisagem da Montanha Tianmen na zona turística de Zhangjiajie
Lua cheia em diversos lugares na noite do Festival do Meio do Outono

Notícias

Veterinários dedicados ao resgate de animais marinhos em Hainan
​Visão: Macau elege novo parlamento – a língua portuguesa reforça a sua visibilidade
Acompanhe apresentação online de dança China-Brasil!
Taiping é pioneiro na erradicação da pobreza na pradaria
Comentário de charge: “Para onde os EUA podem voltar?”
Professor conclui tese de doutorado com ajuda de agricultores