​Comentário: Maldade de alguns políticos ocidentais não sujará a pureza do algodão de Xinjiang

Fonte: CRI Published: 2021-03-27 19:14:45
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O Ministério das Relações Exteriores da China anunciou no dia 26 sanções contra nove indivíduos e quatro entidades britânicas pela disseminação deliberada de mentiras e informações falsificadas. Trata-se da contramedida direcionada às sanções impostas pelo Reino Unido contra alguns indivíduos e entidades chinesas com o pretexto dos direitos humanos em Xinjiang. O ato do governo chinês demonstra que Beijing não permitirá qualquer ação que prejudique o desenvolvimento de Xinjiang ou interfira nos assuntos internos da China.

Recentemente, as facções contra a China dos países ocidentais têm difamado a situação dos direitos humanos em Xinjiang, alegando que existe “trabalho forçado” no plantio de algodão na região.

Na verdade, o alegado “trabalho forçado” não existe na China. De acordo com os últimos dados divulgados pelo departamento de agricultura de Xinjiang, a taxa de colheita de algodão por máquina na região atingiu 69,83%, dos quais 95% no norte.

Além disso, em Xinjiang, a colheita de algodão é um negócio rentável para a população local. Até mesmo pessoas de outras províncias vão a Xinjiang para trabalhar e ganhar dinheiro. Sendo assim, será necessário um "trabalho forçado"? Além disso, de acordo com as autoridades locais, os coletores e produtores de algodão assinam contratos de trabalho com base na igualdade e consenso. De modo geral, na temporada de colheita de algodão de quase 50 dias, os colhedores de algodão podem ganhar dezenas de milhares de yuans.

Mas qual será a intenção de alguns políticos ocidentais em difamar Xinjiang? Por um lado, eles inventaram e espalharam todo tipo de informação falsa para desacreditar Xinjiang e difamar a China a fim de impor as chamadas sanções. Por outro, como o algodão é um pilar da indústria na região, as forças ocidentais anti-China tentam usar vários meios para remover Xinjiang da cadeia global da indústria de algodão com o intuito de perturbar a economia local e aproveitar a oportunidade para suprimir o desenvolvimento da China.

Esse tipo de conspiração desprezível nunca terá sucesso. Ela apenas deixará claro para o mundo que aqueles que caluniam a China por violar os direitos humanos são exatamente as mãos negras que tentam minar a vida feliz das pessoas de Xinjiang.

Tradução: Xia Ren

Revisão: Erasto Santos Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Paisagem de primavera em Chengdu
Mais artefatos descobertos nas escavações arqueológicas de Sanxingdui
Flores de azaleia colorem paisagens em montanhas de Bijie, da província de Guizhou
Primeira livraria de concreto impresso em 3D inaugurada em Shanghai
Exposição de ciência espacial tripulada da China inaugurada em Beijing
Paredes decoradas com pinturas coloridas

Notícias

​Embaixador de Cuba na China se opõe à interferência dos EUA nos assuntos internos de outros países
​Quinze toneladas de bombas de urânio empobrecido lançadas pela OTAN continuam causando prejuízos até os dias atuais
​China defende firmemente sua soberania e segurança
Xinjiang, na China, denuncia sanções como totalmente infundadas
China entrega primeiro lote de doação de vacinas às Maldivas
Brasil supera 100 mil diagnósticos positivos diários por COVID-19