Autoridades centrais escutam em Hong Kong conselhos sobre sistema eleitoral

Fonte: Xinhua Published: 2021-03-17 19:12:52
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

As autoridades centrais da China realizaram mais de 60 simpósios, fizeram visitas e organizaram entrevistas em Hong Kong de segunda a quarta-feira para solicitar opiniões de uma ampla gama de setores sobre a implementação da decisão da Assembleia Popular Nacional (APN) de melhorar o sistema eleitoral da Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK).

Participaram das reuniões e atividades Zhang Xiaoming, vice-diretor do Departamento dos Assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho de Estado; Luo Huining, diretor do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEHK; e Zhang Yong, vice-chefe da Comissão de Assuntos Legislativos do Comitê Permanente da APN.

Devido aos requisitos de controle epidêmico, a coleta de opiniões foi organizada em várias sessões de pequena escala. Ofereceram ativamente suas sugestões mais de 1.000 representantes dos setores político, comercial, financeiro, profissional e de trabalho, bem como do governo e organizações sociais da RAEHK.

Os participantes concordaram que é imperativo e urgente melhorar o sistema eleitoral da RAEHK e remover deficiências e riscos relacionados em nível de Estado para a implementação abrangente do princípio "patriotas administrando Hong Kong", para a estabilidade e segurança política de Hong Kong, para a implementação firme e sustentada de "um país, dois sistemas", e para a estabilidade de longo prazo de Hong Kong.

Eles disseram que a criação de um sistema eleitoral que reflete a situação real em Hong Kong tem ampla representação e garante uma participação política equilibrada através da reforma e maior empoderamento do Comitê Eleitoral, o que ajudará a salvaguardar a ordem constitucional e os interesses gerais e fundamentais da RAEHK, a melhorar a eficiência da administração e a manter a prosperidade e estabilidade de longo prazo de Hong Kong.

Os representantes de vários setores de Hong Kong também deram sugestões específicas sobre a melhoria do sistema eleitoral e pediram esforços para acelerar o processo legislativo para que fique rapidamente pronto o novo sistema eleitoral para a escolha do chefe do Executivo e a formação do Conselho Legislativo

Ao ouvir o conselho, os funcionários dos departamentos das autoridades centrais disseram que as autoridades centrais permanecem inabaláveis na determinação de implementar de forma abrangente e precisa as políticas de "um país, dois sistemas", "povo de Hong Kong administrando Hong Kong" e um alto grau de autonomia.

É a responsabilidade comum dos departamentos relevantes das autoridades centrais, do governo e da legislatura da RAEHK e de vários setores em Hong Kong implementar a decisão da APN, que tem a mais alta autoridade, disseram os funcionários.

Melhorar o sistema eleitoral da RAEHK fornece uma garantia institucional para "patriotas administrando Hong Kong" e também requer maior capacidade e competência da administração da RAEHK, disseram eles.

Os departamentos das autoridades centrais relatarão de forma abrangente e objetiva as sugestões de Hong Kong ao Comitê Permanente da APN, afirmaram.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Um labirinto de flores de colza em Chengdu atraiu vários visitantes
Professores e crianças pintam a natureza na cidade de Handan, província de Hebei
Agricultores colhem folhas de chá em uma plantação na cidade de Yichang
Primeira TV dobrável do mundo
Pescadores esperam boa colheita de produtos aquáticos
Paisagem noturna do bairro de Xujiahui, em Shanghai

Notícias

2º lote de vacinas contra Covid-19 de SinoVac é transportado ao Uruguai
Autoridades centrais escutam em Hong Kong conselhos sobre sistema eleitoral
Hong Kong revisará sistema eleitoral por decreto de consolidação, diz chefe do Executivo
Cidadãos sérvios têm grande confiança na vacina da China
Chancelaria chinesa rebate Coreia do Sul sobre questão da origem da tempestade de areia
Comentário: Economia chinesa continua se recuperando da crise da pandemia