​Comentário: Pequena vacina, grande responsabilidade!

Fonte: CRI Published: 2021-02-05 20:42:55
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O governo chinês anunciou hoje (3) que fornecerá dez milhões de doses de vacinas contra Covid-19 ao Instrumento de Acesso Global a Vacinas de COVID-19 (COVAX, sigla em inglês), voltadas principalmente para necessidades urgentes dos países em desenvolvimento.

O ato da China foi calorosamente aplaudido pela comunidade internacional, como o presidente sérvio disse: “Confiamos plenamente nas vacinas da China, assim como no governo e nos especialistas chineses”.

A China honrou seu compromisso de tornar as vacinas em um produto público global. Atualmente, o primeiro lote assistencial de vacinas já chegou ao Paquistão. Simultaneamente, Beijing está fornecendo vacinas contra Covid-19 a 13 países em desenvolvimento e providenciará a mais 38 de acordo com suas necessidades.

Além disso, a China apoia empresas nacionais e parceiros estrangeiros na pesquisa e desenvolvimento conjunto de vacinas e produção cooperativa, além de apoiar empresas relevantes a exportar vacinas para países com necessidades urgentes, reconhecer vacinas chinesas e autorizar seu uso emergencial em seus próprios países.

As vacinas carregam a sinceridade da China. Pelo menos 40 países já solicitaram a importação das vacinas chinesas. Os líderes da Indonésia, Turquia, Seychelles e Jordânia já foram vacinados com imunizantes chineses.

A segurança e a eficácia das vacinas chinesas foram testadas, e preços justos e razoáveispodem reduzir significativamente a carga econômica dos países menos desenvolvidos. Além disso, as vacinas chinesas requerem apenas um ambiente de armazenamento e transporte de 2°C-8°C, o que obviamente aumenta muito a viabilidade em países em desenvolvimento.

O acesso justo às vacinas nos países em desenvolvimento não é apenas a chave para a vitória final do mundo sobre a epidemia, mas também a chave para a recuperação econômica global. O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse que ninguém pode sobreviver à atual epidemia agindo individualmente e pediu à comunidade internacional que as vacinas possam ser distribuídas de forma justa e desfrutadas por todos.

Diante da pandemia que ainda está se espalhando globalmente, a China continuará agindo e aguardando as ações ativas dos países capazes para apoiar o trabalho da OMS e ajudar os países em desenvolvimento a terem acesso equitativo às vacinas, para que o "egoísmo" não seja um obstáculo no caminho para superar a pandemia.

Tradução: Xia Ren

Revisão: Erasto Santos Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Estádios de competição dos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing
Festival de Xiaonian é celebrado na cidade Qingzhou, província de Shandong
Lichun (Início da Primavera), o primeiro dos 24 termos solar no calendário lunar chinês
As ruas de Shenyang decoradas com esculturas e lanternas para saudar a chegada da Festa da Primavera
Alunos exibem suas obras de papel recortado de janela
Crianças aprendem mais sobre ciência no Museu de Ciência e Tecnologia

Notícias

Valor comercial entre China e Europa Central e Oriental aumentou 8,4% em 2020
Projeção de filmes de países da Europa Central e Oriental começa hoje na China
Declaração da CGTN sobre a decisão do Ofcom sobre a licença de radiodifusão da CGTN no Reino Unido
Em Guiyang, Xi Jinping visita supermercado e condomínio residencial
Transmitida Web Gala do Festival da Primavera do CMG 2021 hoje
Fábrica de supercarregador da Tesla China inicia produção