China apoia cooperação liderada pela OMS para rastreamento de origem da COVID-19

Fonte: Xinhua Published: 2021-01-12 17:25:58
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A China anunciou nesta segunda-feira que apoia os cientistas de todos os países na realização de pesquisas científicas globais sobre a origem e rota de transmissão da COVID-19, e dá suporte aos Estados-membros na condução da cooperação sobre a origem animal do novo coronavírus sob a liderança da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, fez as observações em uma coletiva de imprensa em resposta a uma pergunta sobre o anúncio da China de que uma equipe internacional de especialistas da OMS chegará ao país na quinta-feira para realizar uma pesquisa conjunta com cientistas chineses sobre o rastreamento de origem do novo coronavírus.

A China apoia os cientistas de todos os países na realização de pesquisas científicas globais sobre a origem e a rota de transmissão do vírus, e é um dos patrocinadores de uma resolução da 73ª Assembleia Mundial da Saúde (AMS) sobre a COVID-19, lembrou ele, acrescentando que a nação também apoia os Estados-membros na condução da cooperação sobre a origem animal do vírus sob a liderança da OMS.

A China convidou dez especialistas internacionais, em fevereiro e julho do ano passado, para virem ao país, e pesquisadores chineses têm mantido interações frequentes com a OMS e especialistas internacionais por meio de vídeo-seminários, apresentando os resultados chineses no rastreamento de origem, de acordo com Zhao.

A OMS e os pesquisadores internacionais reconheceram as conquistas da China na prevenção e controle da epidemia e seus esforços no rastreamento da origem do vírus, e os dois lados chegaram a um consenso básico sobre o rastreamento da origem, ressaltou o porta-voz.

Rastrear a origem da COVID-19 é uma questão científica e o trabalho deve ser realizado pelos cientistas por meio da cooperação global, salientou ele.

Com as mudanças contínuas na situação pandêmica, o aumento da compreensão do vírus e a descoberta de mais casos nas primeiras etapas, o rastreamento da origem pode provavelmente envolver muitos países e regiões, e a OMS realizará pesquisas semelhantes nesses locais, se necessário, acrescentou Zhao.

A China está disposta a continuar realizando estreita cooperação com a OMS e com especialistas internacionais nesse sentido, para contribuir para o rastreamento global de origem da COVID-19, garantiu Zhao.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Pássaros silvestres comem os frutos restantes nas árvores de dióspiro
Um labirinto feito com plantas atrai turistas na cidade Kunming
Museu de Paleontologia de Nanjing aberto ao público
Estudantes da Universidade Agrícola de Henan participam de uma competição de raviólis criativos
Lanternas em forma de gatos decoradas nas ruas de Kaifeng
Paisagem de inverno de Parque Nacional da Floresta de Longchi, província de Sichuan

Notícias

Presidente de Portugal testa positivo à Covid-19
Twitter suspende permanentemente conta de Trump
China e África enfrentam necessidade urgente de fortalecer cooperação anti-COVID-19
Cortes de impostos e taxas na China ultrapassaram US$ 386,35 bilhões em 2020
Dados e fatos: Cinco frases-chave sobre economia chinesa em 2021
Jornalista conta sua experiência durante motim no Capitólio nos EUA