Comentário: Xi Jinping oferece 23 propostas chinesas para o futuro do mundo na última semana

Published: 2020-11-23 21:41:01
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Entre os dias 17 e 22, o presidente chinês, Xi Jinping, participou de três importantes eventos internacionais, as cimeiras do BRICS, APEC e G20. O líder chinês lançou no total 23 importantes propostas para o mundo que está enfrentando desafios, mudanças e oportunidades sem precedentes.

As opiniões de Xi Jinping respeitam a realidade, consideram o futuro e correspondem à tendência histórica, por isso, são amplamente reconhecidas pela comunidade internacional.

Atualmente, mais de 57 milhões de pessoas foram infetadas pelo novo coronavírus. A luta contra a pandemia é sem dúvida a tarefa mais urgente do mundo. Nas três ocasiões, Xi Jinping compartilhou as experiências da China e enfatizou a importância da união e da cooperação nesta batalha especial. O presidente russo, Vladimir Putin, disse que a China é um exemplo no combate à Covid-19 e o país demonstrou ao mundo que a epidemia pode ser vencida.

A economia também está no momento mais difícil por causa dos impactos causados pela pandemia. Nas três cúpulas, a parte chinesa lançou uma série de medidas com base no conceito de abertura, inovação, abrangência e sustentabilidade. O especialista sul-africano sobre relações internacionais, Oscar van Heerden, disse que a China está promovendo a globalização econômica com ações detalhadas e enviou o sinal de que as cooperações com outros países tentam buscar ganhos mútuos.

Além disso, Xi Jinping ofereceu várias propostas para aperfeiçoar a governança global, cujos problemas foram destacados perante a pandemia. O presidente chinês ressaltou o papel chave das Nações Unidas nos assuntos internacionais, a importância do multilateralismo, a oposição ao unilateralismo e protecionismo e o papel de liderança do G20 no mundo pós-pandemia.

Como a China é a segunda maior economia do mundo, a comunidade internacional presta bastante atenção ao novo padrão de desenvolvimento do país e as suas influências na economia mundial. Xi Jinping esclareceu nas três cúpulas que este novo paradigma não é uma estrutura fechada, mas sim, uma combinação entre os mercados doméstico e internacional. Ele reafirmou que a China vai continuar ampliando a abertura e promovendo o livre comércio.

A China está entrando numa nova fase de desenvolvimento e está tentando construir a comunidade de interesses comuns para a humanidade através do multilateralismo e da cooperação de benefícios recíprocos.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Professores e alunos pintam a natureza na vila antiga de Dajue
Alunos praticam artes marciais na escola primária de Henan
Festival de acrobacias foi realizado na cidade Fuyang
Yunnan: guarda-chuvas de papel oleado de cem anos
Pessoas participaram de uma atividade para celebrar a safra de pescaria deste ano
Uma exibição da arte de botões realizada em Beijing

Notícias

Erudito britânico: países ocidentais têm preconceitos e mal-entendidos sobre a China
EUA oficializam saída do Tratado de Céus Abertos
Líder chinês expôs propostas para desenvolvimento sustentável na Cúpula do G20 de Riad
Brasil confirma mais de 6,07 milhões de casos de Covid-19
Xi Jinping profere discurso na reunião da 15ª Cúpula do G20
Grande chá prensado na China bate recorde mundial