Tailândia e China abrirão "pista rápida" para troca de pessoal em meio à COVID-19

Fonte: Xinhua Published: 2020-10-16 17:11:44
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Tailândia e China concordaram em abrir a "pista rápida" para troca de pessoal e o "canal verde" para troca de bens entre os dois países em meio à pandemia da COVID-19.

Os dois lados chegaram a um acordo na quinta-feira na reunião entre o primeiro-ministro tailandês, Prayut Chan-o-cha, e o conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi.

Na reunião, Prayut disse que a Tailândia está muito agradecida pelo apoio da China em sua luta contra a COVID-19. A Tailândia agradece o anúncio da China de que, se tiver sucesso na pesquisa e desenvolvimento de vacinas contra COVID-19, a China a tornará um bem público global, e a Tailândia espera aumentar a cooperação em pesquisa de vacinas com a China, disse ele.

Tailândia e China devem formular planos juntos para sua cooperação pós-COVID-19, e avançar a parceria cooperativa estratégica abrangente Tailândia-China para maior desenvolvimento.

Prayut disse que a Tailândia espera fortalecer a cooperação de inovação comercial e tecnológica com a China e que mais empresas chinesas invistam na Tailândia. Ele prometeu fornecer um ambiente de negócios aberto, justo e transparente para as empresas chinesas.

A Tailândia apoia um acoplamento profundo do Corredor Econômico Oriental (CEE) e da Grande Área da Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau, e a aceleração da interconectividade, acrescentou.

O primeiro-ministro disse que a Tailândia apoia firmemente o princípio de Uma Só China e está disposta a participar ativamente da próxima Exposição Internacional de Importação da China (CIIE).

Por sua vez, Wang Yi disse que a cooperação mutuamente benéfica da China e da Tailândia resistiu com sucesso à epidemia de COVID-19 e realizou o crescimento contra a tendência. Isso demonstrou a forte força e a brilhante perspectiva de cooperação bilateral.

A China aumentará a comunicação estratégica com o lado tailandês para promover ainda mais o desenvolvimento das relações bilaterais na era pós-epidemia, disse Wang, acrescentando que os dois lados devem fortalecer a cooperação de vacinas contra COVID-19, promover o acoplamento e a complementação da CEE e da Grande Área da Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau, construir novos destaques do Cinturão e Rota e novas plataformas de interconectividade.

A China continua a incentivar mais empresas chinesas a investir na Tailândia e a expandir a cooperação em novas economias e novos negócios, como a economia digital, disse ele. A China saúda o lado tailandês para participar ativamente da próxima CIIE.

Wang espera que a China e a Tailândia possam defender conjuntamente o multilateralismo, salvaguardar as normas básicas das relações internacionais, promover a formulação da Visão Pós-2020 da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico e, em conjunto, construir uma comunidade Ásia-Pacífico com um futuro compartilhado.

Wang chegou à capital tailandesa no final da quarta-feira, a última etapa de sua turnê pelo Sudeste Asiático, que também o levou ao Camboja, Malásia, Cingapura e Laos.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Jardineiros preparam decorações de flores para a 3ª Expo Internacional de Importação da China
Vista de outono da China
Reserva nacional de Daqinggou na Mongólia Interior
Agricultores de Sichuan começam a colheita das ameixas vermelhas
Paisagem de outono do Lago Yanqi, no distrito de Huairou em Beijing
Shenzhen: 40º aniversário de criação de Zona Econômica Especial

Notícias

A aplicação de 5G tem destaque na 2020 PT Expo
Mídias estrangeiras elogiam medidas antiepidêmicas tomadas pela China em Qingdao
Oficina de vestuário eleva renda de camponeses de Qianshan
​Financial Times: experiência da China oferece melhor solução para a recuperação econômica mundial
Bill Gates considera que desempenho dos EUA perante Covid-19 é um dos piores
Projeto de realocação beneficia a população pobre da região das montanhas Qilian