Shenzhen: 40 anos de um exitoso experimento do socialismo com características chinesas

Published: 2020-10-13 15:56:00
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Nos inícios dos anos 80, com o estabelecimento das Zonas Econômicas Especiais (ZEEs) de Shenzhen, Zhuhai, Shantou (na província de Guangdong) e Xiamen (na província de Fujian) iniciava-se um novo capítulo na história do desenvolvimento da China. As ZEEs foram inicialmente um instrumento concebido pelo governo para atrair capital e tecnologia, desenvolver talentos, impulsionar a industrialização, se reaproximar dos compatriotas de Hong Kong, Macau e Taiwan e criar uma nova ponte com o mundo.

Decorridos 40 anos, a pioneira Shenzhen é hoje o maior símbolo desse exitoso experimento que consolidou definitivamente o caminho do socialismo com características chinesas e expressa não apenas uma mudança de paradigma econômico, mas sobretudo uma mudança de mentalidade que, sob a liderança de Deng Xiaoping, foi capaz de imprimir um capítulo de prosperidade completamente novo na história do desenvolvimento do país. Completamente urbanizada, a cidade é atualmente uma referência não apenas pelo seu pioneirismo no processo de abertura do país, mas sobretudo porque, ao longo desses 40 anos, ela não tem parado de se desenvolver e inovar.

Por exemplo, depois de se tornar, em 1993, a principal exportadora da China, a ZEE de Shenzhen não parou de crescer. Atualmente, a cidade abriga milhares de empresas na área de tecnologia e é a sede de grandes marcas chinesas que se projetaram internacionalmente, como a BYD, na área de veículos elétricos, e as gigantes Huawei e ZTE, na área de tecnologias e equipamentos de telecomunicações. Não casualmente, continua a ser um dos principais centros de inovação científica e tecnológica do país. Feitos como esses confirmam definitivamente a percepção de Deng Xiaoping quando, em 26 de janeiro de 1984, por ocasião de uma visita de inspeção, escreveu: "O desenvolvimento e as experiências de Shenzhen têm demonstrado a correção de nossa política de estabelecimento de zonas econômicas especiais".

Se recuarmos quatro décadas e analisarmos os desafios políticos, econômicos e sociais da China naquele período poderemos ter uma melhor dimensão do tamanho dessas conquistas. No final dos anos 70 e no início dos anos 80, já sob a liderança de Deng Xiaoping, a China procurava novos caminhos para impulsionar o seu desenvolvimento. Deng havia percebido que o anseio do povo por uma vida melhor só poderia ser atendido com o desenvolvimento das forças produtivas e o aumento da produção de riquezas. Mas, para isso, era preciso romper primeiro com o engessamento mental que dificultava qualquer avanço inovador. A ‘emancipação da mente’ e a ‘busca da verdade nos fatos’ foram diretrizes conceituais apresentadas por Deng para superar esse engessamento, despertar a capacidade criativa do povo e avançar com a sua política de Reforma e Abertura.

Porém, para um desenvolvimento efetivo das forças produtivas e uma modernização integral do país (as Quatro Modernizações - agricultura, indústria, forças armadas e ciência e tecnologia), Deng sabia que era preciso concatenar o desenvolvimento da China ao dinamismo econômico do mundo, salvaguardando sempre os interesses maiores do país e do povo chinês. Sob a liderança do Partido Comunista, a realidade é a melhor prova de que a criação das ZZEs foi uma decisão essencial para a transformação do país.

Escrito por José Medeiros da Silva, doutor em Ciência Política e professor na Universidade de Estudos Internacionais de Zhejiang.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Ferrovia de alta velocidade impulsiona o turismo de Guizhou
Parque coberto de gramas cor de rosa atrai mais turistas em Fuzhou
Semana de moda de Shanghai - Desfiles de Primavera-Verão 2021
Vista aérea das árvores de populus euphratica na cidade de Jiuquan, província de Gansu, noroeste da China
Paisagem de outono da vila Hemu em Xinjiang
Antiga vila de Zhouzhuang recebe decorações para celebrar o Festival da Lua e o Dia Nacional

Notícias

Xi Jinping visita grupo Chaozhou Three-Circle
Xi Jinping começou inspeção em Guangdong com visita a Chaozhou
Agricultura de Apoio Comunitário - novo método de consumo para a agricultura
Transmissões ao vivo no comércio eletrônico ajudam no desenvolvimento econômico na China
Presidente da Comissão Europeia aplaude adesão da China ao Covax
Jovem de Hangzhou se dedica à educação na região montanhosa de Guizhou há 11 anos