Transmissões ao vivo no comércio eletrônico ajudam no desenvolvimento econômico na China

Fonte: CRI Published: 2020-10-12 16:55:04
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

No dia 11 de outubro, a aldeia Hefan do distrito de Guangshan da cidade de Xinyang, na província de Henan, recebeu vários convidados especiais, incluindo a celebridade da internet e vice-diretor de Guangshan, Qiu Xueming, e sua equipe.

Eles estão fazendo uma transmissão ao vivo em uma plataforma com comércio eletrônico no campo para vender o arroz glutinoso perfumado, um produto típico do local. Alguns seguidores também foram convidados a provar o arroz. Graças à internet, o número de pedidos aumentou rapidamente.

As transmissões ao vivo feitas por celebridades no comércio eletrônico no campo incentivaram as vendas de produtos agrícolas e também ajudaram os residentes locais a saírem da pobreza. Até o momento, há cerca de 20 mil lojas online, 50 empresas de logística e de entrega expressa, além de 300 centros de serviços em Guangshan. Mais de 50 mil pessoas trabalham no setor de comércio eletrônico.

Tradução: Zhao Yan

Edição: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Ferrovia de alta velocidade impulsiona o turismo de Guizhou
Parque coberto de gramas cor de rosa atrai mais turistas em Fuzhou
Semana de moda de Shanghai - Desfiles de Primavera-Verão 2021
Vista aérea das árvores de populus euphratica na cidade de Jiuquan, província de Gansu, noroeste da China
Paisagem de outono da vila Hemu em Xinjiang
Antiga vila de Zhouzhuang recebe decorações para celebrar o Festival da Lua e o Dia Nacional

Notícias

Jovem de Hangzhou se dedica à educação na região montanhosa de Guizhou há 11 anos
3ª Cúpula & Exposição da China Digital destaca êxitos
Representante da China na ONU conclama aos EUA para que defendam a segurança internacional
Xi Jinping pede que jovens funcionários se concentrem na resolução de problemas práticos
China doa equipamentos médicos para comunidades indígenas na Amazônia
Filhote de panda gigante está "ganhando peso", diz zoológico norte-americano