Jovem de Hangzhou se dedica à educação na região montanhosa de Guizhou há 11 anos

Published: 2020-10-12 16:26:39
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Acordar às 4 horas da manhã, levar água, cozinhar e ir para escola. De noite, corrigir lições de casa no dormitório simples e ainda fazer visita domiciliar. Esta é a vida cotidiana de Yang Ming há 11 anos.

Em 2009, o rapaz de Hangzhou, capital da província de Zhejiang, abandonou seu trabalho, cujo salário era mais de 10 mil yuans por mês, e chegou à região montanhosa da província de Guizhou para ser professor de uma escola primária. Um ano depois, seus colegas saíram sucessivamente da aldeia. Mas Yang Ming permaneceu, já que lhe custava deixar os alunos. Naquela época, ele era um jovem de 25 anos e, agora, já é um homem de 36 anos.

Além de dar aulas, Yang Ming ainda ajudou com seu próprio salário mais de 100 alunos e 20 famílias pobres.

Yang Ming emagreceu muito e seu cabelo se tornou branco, mas ele ainda acredita que vale a pena.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Ferrovia de alta velocidade impulsiona o turismo de Guizhou
Parque coberto de gramas cor de rosa atrai mais turistas em Fuzhou
Semana de moda de Shanghai - Desfiles de Primavera-Verão 2021
Vista aérea das árvores de populus euphratica na cidade de Jiuquan, província de Gansu, noroeste da China
Paisagem de outono da vila Hemu em Xinjiang
Antiga vila de Zhouzhuang recebe decorações para celebrar o Festival da Lua e o Dia Nacional

Notícias

3ª Cúpula & Exposição da China Digital destaca êxitos
Representante da China na ONU conclama aos EUA para que defendam a segurança internacional
Xi Jinping pede que jovens funcionários se concentrem na resolução de problemas práticos
China doa equipamentos médicos para comunidades indígenas na Amazônia
Filhote de panda gigante está "ganhando peso", diz zoológico norte-americano
Turismo doméstico se recupera durante feriado do Dia Nacional da China