Vida próspera da aldeia Xinglong

Published: 2020-09-02 15:15:25
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A aldeia Xinglong, de Jilin, na China, é excepcionalmente ocupada, com muito trabalho, na plantação de uva, cultivo de cogumelos comestíveis, criação de bicho-da-seda de carvalho e porco negro de montanha.

As modernas estufas de vegetais se destacam na comarca de Dachatun, em Xinglong. O parque de cultivo tem 74 estruturas. Entre as quais, dez são viveiros inteligentes de alta eficiência de luz, com uma área de um mil metros quadrados. Sessenta e quatro são estufas normais, nas quais são cultivados pepino, berinjela, feijão e pimentão, bem como espinafre, coentro e alface.

Com o apoio do Comitê de Agricultura de Jilin, em março de 2016, Xinglong estabeleceu a primeira cooperativa de ações da terra da cidade. A entidade converteu os fundos de redução da pobreza em ações para 103 famílias pobres, fazendo com que a distribuição de lucro atinja todos os aldeões carentes.

Xinglong tem duas especialidades: bicho-da-seda de carvalho e porco preto de montanha. O bicho-da-seda de carvalho pode produzir seda, sua crisálida é comestível e a mariposa masculina é a matéria prima de um licor em algumas regiões da China. O crescimento desse inseto exige um ambiente específico, sem pesticidas químicos. Quanto mais alto o terreno, mais exuberante nasce o carvalho e mais forte o inseto se torna. Atualmente, Xinlong tem mais de 40 criadores de bicho-da-seda de carvalho, cuja área de criação atingiu 600 hectares e o volume de produção, 100 mil quilogramas.

O porco preto de montanha de Xinglong também é famoso. Cerca de 10 famílias criam a espécie e cada uma tem entre 500 e 600 animais. As montanhas de Xinlong não só fornecem um bom meio ambiente, mas também têm várias preciosas plantas de fitoterapia chinesa. Os porcos podem comer suas raizes e frutas, fazendo com que suas carnes tenham boa qualidade. Há alguns anos, essa espécie entrou nos mercados de Beijing e Tianjin.

A plantação de uvas tem grande escala em Xinglong. No momento, 23 famílias estão plantando videiras em uma área de 10 hectares e uma renda anual de mais de 150 mil yuans por hectare.

Atividades diversificadas, vida rica, aldeia limpa e vizinhança harmoniosa. O povo de Xinglong está se esforçando continuamente para correr em direção a uma vida moderadamente próspera.

Tradução: Nina Niu

Edição: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

O outono pode ser considerado a melhor estação para viajar de carro
Fotógrafo transforma alimentos em obras de arte
Festival de Turismo de Shambhala, em Gansu
Pessoas aproveitam o tempo de lazer em um parque de Beijing
Alunos voltam à escola no início do novo semestre em Beijing
Pessoas praticam yoga ao ar livre na província de Guizhou

Notícias

Lei de imposto sobre recursos da China entra em vigor
Zhejiang registra recorde de entrega de 10 bilhões de pacotes em 8 meses
Shanghai explorará ainda mais potencial de mercado de consumo
Construção inteligente aumenta a felicidade dos habitantes em Tianjin Eco-City
OMC agradece Roberto Azevêdo pelos trabalhos nos últimos sete anos
PMI manufatureiro da China cai em agosto