Sistema de Navegação por Satélites Beidou da China é acessível ao mundo inteiro

Fonte: CRI Published: 2020-08-01 19:58:21
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A China anunciou nesta sexta-feira (31) o funcionamento do Sistema de Navegação Global por Satélites Beidou-3, com o qual abre um novo capítulo do Sistema Beidou para servir ao mundo inteiro.

O projeto da construção do Sistema Beidou começou em 1994. Já o primeiro Sistema Beidou-1 foi concluído em 2000, e o segundo em 2012, sendo ambos de navegação regional. Com o lançamento do Sistema Beidou-3, a China se torna o terceiro país do mundo a possuir o próprio sistema de navegação de escala global. Atrás deste empreendimento nacional, estão o trabalho duro e o suor de 300 mil cientistas e técnicos chineses ao longo de mais de duas décadas.

Atualmente, o Sistema de Navegação por Satélites Beidou já proporciona serviços integrados ao transporte, segurança pública, resgate de desastre natural, agricultura, silvicultura, pecuária e pesca, bem como aos setores de administração urbana, energia elétrica, finanças e comunicações, sendo amplamente aplicado em todas as áreas de desenvolvimento econômico e social.

Os dados oficiais mostram ainda que, no primeiro trimestre de 2020, mais de 70% dos celulares chineses já estão ligados ao Sistema Beidou. A China conseguiu construir uma cadeia industrial integral que compõe chips, placas, terminais e serviços operacionais.

O Sistema Beidou visa contribuir para a cooperação internacional e fornecer serviço global, com seus resultados acessíveis ao mundo inteiro. Neste momento, os produtos relacionados já foram exportados para mais de 120 países e regiões. Quanto à colaboração bilateral, a China promoveu ainda a compatibilidade de sinal do Sistema Beidou com o Sistema GLONASS da Rússia a e com o Sistema GPS dos Estados Unidos, além de aprofundar a colaboração com a União Europeia em termos de ajuste de frequências.

O Sistema Beidou foi reconhecido pela Organização Marítima Internacional como um sistema de navegação global e o seu padrão de sinais globais passou da maior parte da verificação de indicadores da Organização Internacional da Aviação Civil, além do primeiro padrão internacional de teste de equipamentos de recebimento a bordo do Sistema Beidou ter sido aprovado pela Comissão Eletrotécnica Internacional.

Os antepassados chineses utilizavam a Ursa Maior (Beidou, em chinês) para se localizarem. Hoje, a China contribui com o Sistema Beidou para servir o mundo. Acreditamos que o desenvolvimento da aplicação do Sistema Beidou contará com um futuro promissor.

Tradução: Isabel Shi

Revisão: Erasto Santo Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

As autoridades de Weinan incentivam o plantio de cinzas espinhosas para ajudar os moradores a aumentarem suas rendas
Parque do Lago Guanshan em Guiyang, província de Guizhou
Cenário da área cênica de Tiansheng Sanqiao no distrito de Wulong em Chongqing
Pantanal de Ordos, na Região Autônoma da Mongólia Interior
Filhotes de tigre siberiano brincam no parque em Hailin, Heilongjiang
Festival Internacional de Balonismo abre em Gansu

Notícias

Comentário: Adiamento da eleição do LegCo de Hong Kong está conforme prática internacional
Os desfiles realizados pelo EPL da China nos últimos anos
Soldados chinesas de capacetes azuis realizam manutenção da paz no Mali
Ações anti-China de políticos norte-americanos só farão com que o povo chinês se una ainda mais ao PCCh, diz chancelaria chinesa
Xi Jinping parabeniza conclusão e funcionamento do Sistema de Navegação Global de Satélites Beidou-3
Comentário: Abuso de pretextos de “segurança nacioal” revela demência de políticos norte-americanos