​Aprenda história militar com o presidente Xi Jinping

Published: 2020-07-31 12:26:00
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

No dia 1º de agosto de 1927, com um tiro do topo da muralha da cidade de Nanchang, que cortou a longa noite, nasceu um exército que jurou lutar pela nação chinesa. O povo chinês viu a esperança da revolução apesar da escuridão, também a força de se levantar apesar da adversidade.

Desde o dia da sua criação, o exército popular liderado pelo Partido Comunista da China (PCCh) já começou a andar em um caminho em busca da felicidade do povo chinês e da revitalização da nação chinesa.


Revolta de Nanchang

A Revolta de Nanchang disparou o primeiro tiro da revolta armada contra os reacionários do Kuomintang. Junto com outras revoltas ocorridas em outras regiões, a Revolta de Nanchang marcou o início da liderança independente do PCCh na guerra revolucionária e na criação do exército popular.

“Desde então, o exército popular, sob a liderança do PCCh, tem se dedicado bravamente à corrente histórica na busca da liberdade e felicidade do povo chinês, da independência e revitalização da nação chinesa. Ele está intimamente ligado ao destino do povo chinês e da nação chinesa”, disse o presidente Xi Jinping na comemoração do 90º aniversário da fundação do Exército de Libertação Popular realizada no dia 1º de agosto de 2017.


Reunião de Gutian

Nos dias 28 e 29 de dezembro de 1929, na cidade de Gutian, província de Fujian, Mao Zedong, Zhu De e outros dirigentes convocaram o 9º Congresso da Organização do Partido no IV Corpo do Exército Vermelho, conhecido como a Reunião de Gutian. Nela os participantes resumiram as experiências da construção do exército, confirmaram a liderança absoluta do PCCh sobre o exército, também estipularam a natureza, objetivo e tarefas do Exército Vermelho.

Em 30 de outubro de 2014, Xi Jinping decidiu convocar a reunião do trabalho político do exército em Gutian com a participação de mais de 400 oficiais de alto nível. Na ocasião, ele salientou: “Devemos fazer bem o trabalho de construção dos órgãos e quadros políticos de todo o exército. É preciso fortalecer a consciência sobre a política, campo de batalha e a conjuntura, bem como aprender diversas habilidades necessárias para que os órgãos e contingentes políticos contem com a lealdade absoluta ao Partido, força combatividade e boa imagem.”


Tocar do sino de libertação

Esse manual de trabalho carrega os ideais e crenças ao longo da vida de um herói revolucionário e testemunha a lealdade sincera por trás dos ideais elevados. Ma Renxing, o proprietário do manual, foi o comandante da 1ª Divisão Independente do Corpo Liao-Ji do Exército da Aliança Democrática do Nordeste, também o mais alto general que morreu na batalha de Siping da Guerra de Libertação.

Na tarde de 22 de julho de 2020, o presidente Xi Jinping visitou o Memorial da Batalha de Siping. Depois de visitar o Salão dos Heróis, ele disse com emoção: “Devemos ter firmemente em mente que a Nova China não veio facilmente. Precisamos defender a grande causa socialista fundada pelo PCCh e levá-la adiante de geração em geração.”


Estrada de autofortalecimento

De “fabricado por outros países” para a imitação com a União Soviética, e depois para a inovação autônoma, o desenvolvimento de tanques chineses demonstrou o caminho do autofortalecimento das armas e equipamentos pesados do exército chinês.

Na comemoração do 90º aniversário da fundação do Exército de Libertação Popular, Xi Jinping disse: “O exército popular evoluiu de um exército de único serviço para um exército poderoso com diversos serviços. Esse exército que, no passado, era armado apenas com rifles já se tornou um exército poderoso, de basicamente mecanizado rumo à informatização.”

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21