Especialistas pedem reforço da cooperação contra COVID-19

Fonte: Xinhua Published: 2020-06-12 17:15:48
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Especialistas têm apelado pelo fortalecimento da solidariedade internacional e da cooperação em estudos científicos entre universidades para superar a pandemia da COVID-19 e prevenir possíveis emergências de saúde globais futuras.

Eles fizeram o apelo no simpósio "Luta contra a COVID-19 e a Futura 'Nova Normalidade'", realizado virtualmente nesta quarta-feira. A conferência, organizada pela Universidade Tsinghua e pelo Imperial College London, reuniu especialistas em saúde pública da Organização Mundial da Saúde (OMS), da Universidade Tsinghua e do Imperial College London. O objetivo foi compartilhar conhecimentos e experiências e promover esforços globais na luta contra a COVID-19, de acordo com os organizadores.

Alice Gast, presidente do Imperial College London, destacou a importância da colaboração e cooperação científica entre universidades e outras instituições internacionais ao redor do mundo para superar a COVID-19 e outros desafios globais.

"Devemos garantir que essa pandemia fortaleça os vínculos entre as ciências chinesa e britânica, e instituições como a nossa. O coronavírus age além das fronteiras, assim como os nossos esforços para inibi-lo e derrotá-lo" salientou Gast.

As universidades de todo o mundo têm o compromisso comum de desenvolver resiliência educacional, bem como contribuir para a luta contra emergências globais de saúde, apontou Chen Xu, presidente do Conselho da Universidade Tsinghua.

"Tenho confiança de que nossa parceria vibrante não só beneficiará as duas universidades, mas também fornecerá soluções cruciais para o mundo em geral", disse ela.

David Nabarro, enviado especial da OMS para a COVID-19 e codiretor do Institute of Global Health Innovation do Imperial College London, afirmou que a unidade, a solidariedade e a cooperação demonstradas pelas universidades de todo o mundo na luta contra o coronavírus são louváveis.

Margaret Chan, reitora inaugural da Vanke School of Public Health Tsinghua, e diretora-geral honorária da OMS, elogiou o sucesso da China no tratamento da epidemia da COVID-19 e a assistência oportuna aos países afetados.

Para Chan, a epidemia reafirmou os valores de solidariedade, confiança, unidade e cooperação globais diante de uma ameaça comum à saúde da humanidade.

A comunidade internacional deve continuar defendendo o conceito de uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade, fortalecer ainda mais a cooperação sob a orientação e coordenação da OMS, trabalhar em conjunto para superar a atual crise e construir uma comunidade global de saúde para todos, disse.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21