Wuhan não teve infecção hospitalar nem morte nos 16 hospitais de campanha

Fonte: Xinhua Published: 2020-05-14 21:45:14
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Os 16 hospitais temporários que operaram em Wuhan não registraram nenhuma infecção hospitalar nem morte, disse uma autoridade de saúde chinesa nesta quinta-feira.
Durante o lockdown na cidade chinesa mais atingida pela epidemia,16 prédios públicos, como centros de exposições e ginásios, foram convertidos em hospitais temporários para tratar os pacientes com sintomas leves e isolar a fonte das infecções, com o objetivo de aliviar a pressão sobre o sistema de saúde.
Desde 5 de fevereiro, quando o primeiro hospital do tipo em Wuhan começou a internar pacientes, até 10 de março, quando todos os hospitais temporários fecharam, mais de 12 mil pacientes foram internados, disse Song Shuli, porta-voz da Comissão Nacional de Saúde, em uma coletiva de imprensa em Beijing.
Esses hospitais desempenharam um papel importante e indispensável na prevenção e controle da doença, disse Song.
Mais de 8 mil profissionais médicos de todo o país trabalharam nesses hospitais, combatendo a epidemia junto com o pessoal médico local, de acordo com Song.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Mar de flores na província de Jiangsu
Paisagem do Monte Qomolangma
Trabalhadores de empresas de produtos culturais e criativos aumentam a produção
Zona sul da Biblioteca Nacional da China reabriu ao público
Trem de carga China-Europa envia suprimentos médicos a Belgrado
Agricultores aprendem as técnicas de transmissão ao vivo para promover a venda de nêspera via plataforma de comércio eletrônico

Notícias

Vice-presidente do Zimbábue aplaude trabalho dos médicos chineses no combate à epidemia no país
Economia mundial deve recuar 3,2% em 2020, diz ONU
Representante da OMS na China responde à carta do estudante de Wuhan
China detalha medidas para melhorar ambiente de negócios no setor de aviação civil
CBD concederá empréstimos de US$ 9 bilhões para província chinesa mais afetada pelo coronavírus
Todos os 409 casos importados da COVID-19 via porto de Suifenhe recebem alta hospitalar