​Comentário: China escondeu evolução da epidemia? Especialista da OMS falou verdade

Published: 2020-03-19 20:21:29
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Desde o começo da epidemia do novo coronavírus, alguns políticos e veículos de imprensa dos EUA acusaram infundadamente a China por “esconder a evolução da epidemia”, “dificultar a luta contra a epidemia do mundo” e “causar prejuízos aos outros países”. Na verdade, o ato norte-americano tem como objetivo encobrir o seu atraso e a ineficiência do controle e prevenção da epidemia, assim como difamar a China usando como pretexto o novo coronavírus.

Os fatos falam. Desde o começo da epidemia, a China tem publicado as informações sobre a situação a tempo e de forma transparente, além de efetuar ativamente cooperações internacionais no seu combate. Com os esforços do povo chinês, em um mês e pouco, o país conseguiu conter a disseminação do COVID-19. No dia 18 de março, a província de Hubei, epicentro da doença, não contabilizou nenhum novo caso confirmado de infecção, representando um sinal muito positivo no combate à epidemia.

O representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) na China, Gauden Gale, que participou da luta contra a epidemia no país, revelou alguns detalhes. Já no dia 31 de dezembro do ano passado, o escritório da OMS em Beijing foi notificado de forma não oficial sobre o novo coronavírus. No dia 1º de janeiro, OMS convocou uma teleconferência sobre o assunto e montou um grupo de trabalho. Nos dias 20 e 21 de janeiro, os funcionários da OMS na China visitaram Wuhan.

As informações reveladas por Gauden Gale repudiou a mentira de que “a China escondeu a evolução da epidemia”. O representante da OMS na China experimentou e testemunhou uma série de medidas eficazes tomadas pelo país, incluindo a definição do tipo de vírus, o compartilhamento da sequência genética, “bloqueio da cidade” e o estabelecimento do mecanismo coordenado de controle e prevenção da epidemia. Com essas medidas, Wuhan ganhou tempo para toda a China e o mundo inteiro, gerando um imenso sacrifício .

No dia 18 de março, o presidente chinês, Xi Jinping, reiterou numa reunião de mais alto nível o reforço da cooperação internacional no combate à epidemia e a continuação do fornecimento de assistências dentro da capacidade. Isso demonstra que a China está assumindo sua responsabilidade neste combate mundial, com os princípios público, transparente e cooperativo.
Enquanto alguns políticos estadunidenses estão“estigmatizando” a China, a evolução do novo coronavírus nos EUA foi rápida. O governo federal não lidou com a epidemia com uma atitude responsável no início da epidemia no território norte-americano, resultando no atraso do monitoramento e rastreio do vírus e na publicação de informações.

O diretor do Centro de Controle de Doenças dos EUA, Robert Redfield, admitiu recentemente que algumas vítimas de gripe no país morreram por possível infecção do novo coronavírus. Suaopinião confirmou a suposição de que o novo coronavírus originou-se nos EUA. Em relação a isso, os EUA ainda não deram resposta.

O combate à pandemia no globo é muito severo. A união e a cooperação são as armas mais poderosas para vencer a pandemia. Aconselho alguns políticos estadunidenses, que sempre culpam os outros e desviam de suas responsabilidades, vocês devem concentrar sua energia em assuntos práticos internos para proteger seus cidadãos. Caso contrários, perderão popularidade e destruirão sua carreira política.
Tradução: Xia Ren

Revisão: Diego Goularte

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Os alunos de Qinghai iniciaram novo semestre com medidas de prevenção mais rigorosas contra o novo coronavírus
Agricultores colhendo folhas de chá em uma plantação
Torre Pérola Oriental de Shanghai reabre ao público
Pacientes receberam alta hospitalar e terminaram a quarentena de 14 dias para observação médica em Wuhan
Paisagem de primavera do Lago Oeste
Construção da superponte do rio Qingshui é retomada em Guizhou

Notícias

Especialistas chineses realizam cooperação médica transnacional
Embaixador da China no Brasil rebate acusação do filho de Bolsonaro
Epidemiologista russo elogia experiência chinesa na luta contra epidemia
China reduz preços de combustíveis no varejo ao preço mínimo
Província chinesa de Hubei começa a enviar trabalhadores migrantes
Varejista chinesa Suning.com registra forte receita operacional em 2019